Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Maio de 2019

Últimas Notícias

24/02/2019 09:40

Para ministro, pai que não vacina filho comete "ato de negligência e violência"

Campo Grande News

Reforçando a vacinação no Brasil, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que veio a Campo Grande, neste sábado (dia 23), afirmou que comete “ato de violência e negligência” os pais que decidem não vacinar os filhos.

“A criança tem o direito a ser vacinada, só que não pode exercer. Então o pai ou responsável tem de assumir esse papel de levar a criança. Se ele acha, por alguma outra informação, não deve vacinar, o Ministério Público tem entendido que isso é um ato de violência e negligência e nós concordamos”.

O ministro comentou durante a agenda sobre a vacinação no Brasil, que tem mantido o Ministério da Saúde em alerta. Citou algumas ações que podem ser adotadas como forma de garantir que as pessoas fiquem “em dia” com o cartão de vacina.

“Tem estados que colocaram a exigência de apresentar na hora da matricula nas redes de ensino municipal e estadual”. O ministro citou, ainda, a possibilidade de ser exigido a carteira quando o funcionário fizer exames admissional, demissional e o periódico. “Nunca se pediu a regularidade vacinal, tem muita gente que nem sabe se está em dia ou não”.

Febre amarela e dengue – Casos de febre amarela em alguns estados do Brasil mostram que “o nível de vacinação está baixo”, pontuou. Ele lembrou que o País tem certificado de área livre da doença. Contudo, se começar a ter surtos da febre amarela, a consequência poderá ser exigir vacinação de quem vier de outros países. “Se isso ocorre, é ruim para os negócios, para o turismo, para circulação de um país livre”.

Sobre a dengue, o ministro afirmou que, neste ano, está em circulação o sorotipo 2 da doença, que, quando entra em contato com uma população previamente exposta, aumenta-se a chance de febre hemorrágica. "Que tem uma letalidade maior", disse o ministro. A vacina que o Instituto Butantan produziu está na fase quatro de um total de cinco, para averiguação da eficácia. "Tem grande expectativa de que possa dar as respostas de bons níveis de proteção pra ser disponibilizada. A gente não sabe em quanto tempo".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Maio de 2019
22:00
Loterias
21:45
Loterias
21:42
Loterias
10:00
Receita do Dia
Quarta, 22 de Maio de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)