Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/01/2013 07:35

Para evitar fraudes, cartórios de notas implantam serviços interligados

O Estado, MS

Para evitar fraudes, cartórios de notas implantam serviços interligados em todo o país

Patrícia Belarmino

Na tentativa de evitar fraudes e até mesmo lavagem de dinheiro, cartórios de notas de todo o país estão obrigados, desde quarta-feira (2), a incluir em uma central nacional, documentos lavrados, como escrituras de imóveis e procurações. Em Mato Grosso do Sul, a medida atinge os 128 cartórios. Presidente da seccional sul-mato-grossense do Colégio Notarial do Brasil, o tabelião Fábio Zonta afirma que, para o usuário, a adoção do sistema não traz nenhuma mudança. Mas, a grande aposta do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que determinou a criação da
Censec (Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados), é que, com as transações compartilhadas, o trabalho do Judiciário seja otimizado. Em processos de lavagem de dinheiro, por exemplo, o juiz responsável pelo caso não vai precisar oficiar a cada cartório para saber se foi lavrado algum documento. Pelo próprio Censec, ele vai conseguir acessar todos os documentos lavrados no nome de uma determinada pessoa ou empresa, por exemplo.

Todos os documentos lavrados serão registrados na central

“Isso vai otimizar o custo operacional da Justiça. Mas é só o primeiro passo. A tendência é que outras unificações venham”, afirma o tabelião Fábio Zonta. O banco de dados nacional começou a funcionar na quarta-feira e, a partir de agora, todos os documentos lavrados devem ser registrados pelo cartório na central. Os cartórios de notas, no entanto, terão quatro anos para abastecerem a central com os dados dos documentos lavrados desde 2006. O presidente do Colégio Notarial em Mato Grosso do Sul explica que, a princípio, o sistema está sendo implantando. Mas a intenção é que todos esses dados fiquem disponíveis para pessoas físicas, via internet.

Em Mato Grosso do Sul, sistema semelhante já funciona desde 2008

Há mais de quatro anos, todos os cartórios sul-matogrossenses ao lavrarem escrituras públicas de inventários ou testamentos possuem a obrigação de comunicar ao TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) sobre a existência do documento. O sistema já existente no Estado, conforme Fábio Zonta, é semelhante ao banco de dados nacional que está sendo implementado pelo Colégio Notarial do Brasil. “Aqui, já temos um sistema diminuto, mas existe e está em pleno funcionamento”. A instituição da Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados - Censec, disponível por meio do Sistema de Informações e Gerenciamento Notarial (Signo) foi determinada pelo Provimento nº 18, do Conselho Nacional de Justiça, por considerar a necessidade de racionalizar a tramitação de dados a cargo dos notários e a relevância jurídica e social da disponibilização, para órgãos públicos, autoridades e usuários do serviço de notas, de meios para a fácil localização de escrituras públicas.
Fonte: http://www.oestadoms.com.br

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)