Cassilândia, Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019

Últimas Notícias

23/11/2019 12:30

Para ajustar finanças, governo quer reduzir contribuição estadual para Cassems

Correio do Estado

O governo de Mato Grosso do Sul enviou na quinta-feira (21) à Assembleia Legislativa do Estado (ALEMS) projeto de lei para reduzir o aumento na contribuição do Estado para a Caixa de Assistência dos Servidores do Estado (Cassems), que presta serviços de saúde ao funcionalismo público. A correção do índice, que era de 0,25% ao ano, pode ser reduzida para 0,10%.

Além da contribuição do servidor, o governo ainda repassa recursos para a Cassems. Na legislação atual, a contribuição é de 5% ao ano, com data-base de dezembro deste ano, até atingir 5,25% no ano que vem. A alteração que o governo pede é que índice de 2019 fique em 4,85%, até atingir 5,25% em 2023.

Na justificativa, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) alegou que a atual lei, sancionada na gestão anterior, gerou despesas para a atual administração. “Diante do atual quadro econômico, qualquer aumento no repasse de recursos financeiros agravaria a crise fiscal do Estado, acarretando o desequilíbrio das contas públicas”, argumentou.

Azambuja garantiu a redistribuição da correção do índice não vai prejudicar o atendimento médico aos funcionários estaduais. Lembrou ainda do ajuste fiscal, que limita as despesas primárias do Estado.

“É importante destacar que as alterações propostas visam ao controle de despesas, num momento de séria restrição fiscal, especial e especificamente das despesas correntes, haja vista que o esforço em controlar esses tipos de despesa passa pela adequação do orçamento, de forma a liberar espaço para despesas de capital. Nesse sentido, convém frisar que as despesas correntes contam com o agravante das restrições à sua expansão, impostas pela adesão do Estado de Mato Grosso do Sul ao Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal e às medidas de estímulo ao reequilíbrio fiscal”, explicou o governador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 09 de Dezembro de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Domingo, 08 de Dezembro de 2019
10:00
Receita do Dia
Sábado, 07 de Dezembro de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Sexta, 06 de Dezembro de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)