Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

21/05/2007 18:00

Papaléo afirma que recebeu legalmente doação da Gautama

Agência Senado

O senador Papaléo Paes (PSDB-AP) afirmou em Plenário que recebeu, legalmente, R$ 100 mil da empresa Gautama, como doação para sua campanha ao governo do Amapá em 2006. O senador disse que a doação é legal, e foi declarada em sua prestação de contas ao Tribunal Regional Eleitoral daquele estado, que aprovou os números. Ele disse que não teria como saber que a empresa cometia irregularidades na relação com o Poder Público.

- Nunca fui procurado por ninguém dessa empresa, nem pessoalmente nem por telefone. Não conheço Zuleido Veras. Nunca apresentei emendas para obras tocadas por essa empresa - garantiu.

Papaléo disse que valoriza operações da Polícia Federal, como a Operação Navalha, pois ajudam o país a se tornar "uma grande nação". Papaléo deixou à disposição da imprensa tanto a prestação de contas de sua campanha eleitoral, como todas as emendas ao orçamento da União apresentadas por ele durante seu mandato de senador.

Em apartes, os senadores Paulo Paim (PT-RS), Delcídio Amaral (PT-MS) e Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) concordaram que não houve irregularidades na doação feita para a campanha de Papaléo.

O senador aproveitou para pedir à imprensa mais atenção na apuração das matérias, para que inocentes não apareçam como culpados perante a opinião pública.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)