Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/10/2015 14:30

Papa Francisco defende casamento, mas pede "aproximação" com divorciados

Diário da Região

O Papa Francisco inaugurou neste domingo uma controversa reunião de bispos de todo o mundo para discutir questões de família. O Papa defende que o casamento é um vínculo indissolúvel entre um homem e uma mulher, mas acrescentou que "a Igreja deve alcançar e cuidar de casais feridos com o bálsamo da aceitação e da misericórdia". Francisco se posicionou sobre o problema mais urgente da reunião de 270 bispos durante uma missa solene na Basílica de São Pedro: Como lidar melhor com famílias católicas que sofrem com separação, divórcio e outros problemas, quando o ensinamento da Igreja prega que o casamento é para sempre.

Ele ressaltou que a Igreja não pode ser "conduzida por modismos ou opinião popular", mas sobre o reconhecimento de que os casamentos fracassam, Francisco disse que a Igreja é também uma mãe, que não segrega ou julga seus filhos. "A Igreja deve aproximar essas pessoas, recebê-las e acompanhá-las, já que uma igreja com portas fechadas já trai sua missão: em vez de ser uma ponte, torna-se um obstáculo". Um dos principais debates na reunião é se católicos divorciados que voltaram a se casar no civil podem receber a comunhão.

Francisco começou o processo para a reunião há dois anos, ao enviar um questionário para 39 pontos bispos, paróquias e famílias católicas comuns em todo o mundo, perguntando como eles entendem e aderem aos ensinamentos da Igreja sobre a família. As respostas mostraram uma grande diferença entre os ensinamentos católicos oficiais e a prática, especialmente em relação aos sexo, casamento e homossexualidade. A primeira reunião de bispos, em outubro do ano passado, terminou com um consenso sobre a melhor forma para a Igreja Católica aceitar gays e pessoas divorciadas que voltaram a se casar.

Os conservadores insistem que a doutrina católica é clara e imutável, enquanto os mais progressistas admitem a doutrina, mas têm procurado flexibilizar a prática pastoral. Nos últimos 12 meses, ambos os lados intensificaram as discussões, e são esperados confrontos nas próximas rodadas dos encontros. Poucas reuniões no Vaticano têm sido tão polêmicas como esta. Houve acusações de manipulação e coerção, além de reuniões secretas para planejar estratégias. Na véspera da reunião, um bispo católico que se declarou gay disse que há homofobia generalizada na igreja.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)