Cassilândia, Domingo, 30 de Abril de 2017

Últimas Notícias

21/04/2017 08:39

Pane seca causou queda de avião de Angélica e Huck em MS, diz FAB

Nyelder Rodrigues, Campo Grande News

 

Cerca de dois anos após a queda do avião em que estavam os apresentadores Angélica e Luciano Huck junto dos filhos e funcionários, em uma fazenda em Campo Grande, os técnicos da FAB (Força Aérea Brasileira) concluíram no relatório sobre o incidente que o pouso forçado foi causado por causa de uma pane seca.

As informações foram divulgadas durante a edição do Jornal Nacional, da Rede Globo, desta quinta-feira (20). Conforme a reportagem, no local não havia cheiro nenhum de combustível, um dos indícios da pane seca - mesmo motivo da queda do avião da Chapecoense na Colômbia, no fim do ano passado. A hipótese já tinha sido levantada na época do acidente.

Angélica e Huck retornavam de gravação no Pantanal, no território do município de Miranda - localizado a 201 km de Campo Grande. O destino final seria a Capital, de onde o casal entraria em outro voo.

A aeronave em que eles estavam era um da MS Táxi Aéreo. A reportagem do Jornal Nacional indicou ainda que a FAB apontou outros problemas, como a imprudência do piloto em não seguir procedimentos de emergência em caso de pane seca, além de não ter treinamento para pilotar aquele avião.

O piloto, Osmar Frattini, também errou ao decolar mesmo após perceber que o sistema usado para mudar o ângulo da hélice do aeronave não estava funcionando. A investigação militar descobriu que na asa esquerda havia no máximo 160 litros de combustível, sendo que deveriam haver 350 litros.

Além disso, a FAB constatou que a empresa dona do avião orientava os pilotos a não realizar as anotações de problemas dos avião no diário de bordo, fazendo com que as aeronaves seguissem em atividade sem precisar ir para a manutenção.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 30 de Abril de 2017
09:00
Maternidade
Sábado, 29 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)