Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/10/2005 13:49

Panaftosa faz vistoria em divisa e fronteira de MS

Fernanda Mathias / Campo Grande News

Técnicos do Panaftosa (Centro Pan-americano de Febre Aftosa) iniciam no domingo, 30 de outubro, uma varredura nas divisas entre o Paraná e Mato Grosso do Sul e as fronteiras com os países vizinhos. Eles vão examinar também a fronteira entre Argentina e Santa Catarina, apesar de o estado ser considerado território livre de aftosa sem vacinação. O diretor-geral da Secretaria de Agricultura, Newton Pohl Ribas, afirma que a equipe vai inspecionar os pontos de vigilância sanitária para controle da virose. A visita será encerrada no dia 5 de novembro, em Mato Grosso do Sul. As ações na região de fronteira entre o Paraná e o Paraguai serão discutidas amanhã em Foz do Iguaçu, numa reunião com representantes dos governos brasileiro e paraguaio. O Paraná quer reforçar a vigilância na fronteira com o Paraguai para impedir a entrada de animais com suspeitas de febre aftosa. O Paraná está sob alerta enquanto aguarda o laudo final dos exames realizados no Laboratório Nacional de Agricultura, em Belém. Na página eletrônica (http://www.pr.gov.br/seab) a população pode ter informações sobre os sinais que indicam a contaminação, formas de prevenção e dicas sobre vacinação. Em Mato Grosso do Sul a principal suspeita do governo é que a aftosa, que acometeu rebanhos de Japorã e Eldorado, tenha vindo do Paraguai. Isso porque foi comprovado o trânsito indiscriminado de animais da fronteira e porque o Estado não apresentava mais atividade viral. Com informações da Radiobrás.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)