Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/10/2005 07:03

Panaftosa começa amanhã vistorias no Paraná e em MS

Humberto Marques/Campo Grande News

Uma equipe técnica do Panaftosa (Centro Pan-americano de Febre Aftosa), órgão ligado à Organização Pan-americana de Saúde, percorrerá, a partir deste domingo – 30 de outubro – as divisas entre Paraná e Mato Grosso do Sul, assim como as fronteiras com os países vizinhos (Argentina, Bolívia e Paraguai). Newton Pohl Ribas, diretor-geral da Secretaria de Agricultura, informou que o grupo irá inspecionar os postos de vigilância sanitária para controle da doença. Os trabalhos in loco devem ser encerrados no dia 5 de novembro, em território sul-mato-grossense.

Hoje, em Foz do Iguaçu/PR, serão discutidas as ações desenvolvidas na fronteira entre o Paraná e o Paraguai, com representantes dos governos brasileiro e paraguaio. O vice-governador e secretário de Agricultura paranaense, Orlando Pessuti, disse que o Paraná pretende reforçar a vigilância na fronteira, para impedir a entrada de animais com suspeitas de aftosa. Por se tratar de fronteira internacional, a fiscalização seria de responsabilidade do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), mas a administração estadual estaria disposta a colaborar, segundo informou ontem a Agência Brasil.

O governo paranaense aguarda, ainda, a divulgação de resultados finais sobre a suspeita de existir um foco de aftosa no Estado, sendo que o governo continua em alerta: no site http://www.pr.gov.br/seab , a população pode ser informada sobre os sinais que indicam a contaminação, assim como as formas de prevenção e dicas sobre vacinação.

Os técnicos do Panaftosa pretendem vistoriar, também, a fronteira entre a Argentina e Santa Catarina – apesar deste Estado ser considerado área livre da doença sem vacinação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)