Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/07/2007 07:11

Pan: leia o resumo da participação brasileira ontem

COB

Um dia para entrar na história do Brasil em Jogos Pan-americanos. O mesa-tenista Hugo Hoyama, de 38 anos, se tornou o brasileiro com o maior número de medalhas de ouro na competição, honraria que dividia com o nadador Gustavo Borges até esta terça-feira (dia 21), quando ajudou o País a conquistar o primeiro lugar por equipe no Rio 2007, no Complexo do Riocentro. Ele soma agora nove ouros, computadas suas seis participações nos Jogos (desde Indianápolis-87, quando também ganhou o título por equipes).

A medalha da equipe masculina de tênis de mesa, formada ainda por Thiago Monteiro e Gustavo Tsuboi, já assegurou também o melhor resultado do Brasil na história dos Jogos Pan-americanos. Restando cinco dias para o término da competição, o País soma 30 ouros, superando seu recorde anterior, que havia sido estabelecido em Santo Domingo-03 (29 medalhas de ouro).

A festa de Hoyama no Rio 2007 foi completa porque coube justamente a ele a façanha de garantir o último ponto da equipe nesta terça-feira. O Brasil vencia a disputa final diante da Argentina por 2 a 1, quando Hugo entrou na área de competição para enfrentar Pablo Tabachnik. O brasileiro havia perdido a partida anterior que disputara pela final, o que contribuía para aumentar ainda mais a pressão sobre ele. Mas, após um jogo equilibrado, fez valer sua maior experiência para conquistar o título.

Emocionado, Hugo fez questão de dividir a emoção pelo título com Gustavo Borges, que foi ao Pavilhão 4 A para torcer pela vitória do mesa-tenista brasileiro. “Não tenho palavras para descrever a alegria pela conquista. Quando vi o Gustavo, não poderia deixar de agradecer pelo apoio. Isto comprova que não há rivalidade entre os atletas brasileiros. Um torce pelo outro”, comentou Hugo, com olhos marejados.

O basquete feminino garantiu mais uma medalha de prata para o Brasil no Rio 2007. Após partida equilibrada até o último quarto, o time brasileiro acabou superado pelos Estados Unidos por 79 a 66, na Arena Multiuso, no Complexo Cidade dos Esportes.

O jogo marcou também o fim da carreira de Janeth, de 38 anos. Uma despedida emocionada de uma das mais vitoriosas jogadoras do esporte nacional. “Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi”, agradeceu, lembrando a música de Roberto Carlos. O segredo do sucesso, segundo a jogadora, foi sua dedicação ao esporte. “Em cada treino, em cada jogo, sempre tive disciplina e fiz o melhor possível. Não me arrependo de nada. O basquete me deu tudo que tenho na vida. Quero ser lembrada como uma jogadora que se deu por inteiro e vibrou a cada cesta”, declarou, com lágrimas nos olhos, após a homenagem das companheiras no pódio.

A final do Rio 2007 representou também a despedida de Antônio Carlos Barbosa do comando técnico da Seleção Brasileira, depois de 19 anos à frente da equipe feminina, somando-se suas duas passagens. “Não penso nisso como o fim. Para mim, a vida é um eterno recomeçar. Assim, despedida não é ruim. Saio feliz, com a convicção de que ninguém no meu lugar teria feito melhor”, disse o treinador, que trabalhou na Seleção Brasileira de 1976 a 1984 e depois reassumiu em 1997.

O boliche brasileiro também está em festa. Nesta terça-feira (dia 24), Rodrigo Hermes e Fábio Rezende garantiram a primeira medalha do País nos Jogos Pan-americanos, ao conquistarem a prata na dupla masculina. Entre abraços, beijos de amigos e familiares, autógrafos e fotos com fãs do esporte, os dois atletas revelaram que o entrosamento da dupla foi fundamental para o sucesso no Rio 2007.

O trabalho psicológico foi outro aspecto destacado por Fábio. “Somos praticantes de meditação. Toda noite imaginávamos a comemoração, o pódio, a medalha de ouro e o hino nacional. Deu quase tudo certo”, afirmou ele, agradecendo a ajuda do consultor Márcio Vieira. “Ele é meu oráculo e ajuda a escolher o material que vou usar na competição”.

Já Rodrigo Hermes também estava radiante com a primeira medalha do Brasil nos Jogos. Andava de um lado para o outro do Barra Bowling distribuindo apertos de mãos aos membros da comissão técnica. Pouco antes, ainda com a partida indefinida, passava por um dos momentos mais críticos do torneio. A dupla precisava de dois strikes para confirmar a posição final. “A maior pressão era por ainda não termos nenhuma medalha na competição. Boliche é um esporte de concentração. Se você se sente pressionado, acaba não acertando o pino. A briga era contra a nossa cabeça. Se jogássemos mal, poderíamos ter caído para a oitava posição, porque os países estavam embolados”, explicou.

O atletismo garantiu outra medalha nesta terça-feira, no Estádio João Havelange. Carlos Chinin conquistou o bronze no decatlo, após superar seus próprios limites na prova decisiva da competição, os 1.500m. O brasileiro venceu a prova e conquistou os pontos suficientes para assegurar a medalha. “Devo o resultado ao público. A torcida me impulsionou nos metros finais. Esse bronze vale ouro”, comentou Chinin.

O boxe brasileiro estabeleceu nesta terça-feira seu melhor resultado em Jogos Pan-americanos, depois que o leve Éverton Lopes e o meio-médio Pedro Lima garantiram, no mínimo, a medalha de prata, ao vencerem seus combates pelas semifinais, no Pavilhão 2 do Complexo do Riocentro. As duas finais serão na sexta-feira (dia 27).

Já James Dean Pereira (categoria até 54kg) foi derrotado pelo mexicano Carlos Quiroa e ficou com a medalha de bronze. Foi o segundo bronze dele em Jogos Pan-americanos (o anterior fora conquistado em Santo Domingo-03) e a primeira medalha do boxe brasileiro no Rio 2007.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)