Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/10/2005 14:44

Palocci promete recursos para conter febre aftosa em MS

Aline dos Santos / Campo Grande News

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, prometeu, ontem, assegurar os recursos necessários para um programa emergencial de combate ao foco de febre aftosa detectado no município de Eldorado, em Mato Grosso do Sul.
"O ministro afirmou que vai fazer todos os esforços para conter a contaminação do rebanho", garantiu o líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT/SP), que participou de uma reunião com o ministro e parlamentares da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados para discutir o problema.
Apesar da promessa, os deputados fizeram duras críticas ao ministro pela falta de recursos do governo federal para atividades de defesa sanitária. O presidente da Comissão, Ronaldo Caiado (PFL-GO), informou que o programa emergencial terá linhas de ação: contratação de veterinários para uma operação cinturão na região do foco, a fim de evitar que ele se expanda; controle animal nas barreiras existentes nas divisas e fronteiras; e envio de uma missão brasileira à Organização Internacional de Epizootias, em Paris, para tentar evitar algum tipo de embargo internacional às exportações brasileiras de carne.
Segundo Caiado, Palocci não entrou em detalhes sobre os recursos e os valores serão discutidos hoje com o Ministério da Agricultura. O deputado Waldemir Moka (PDMB-MS) reclamou que, entre 2003 e 2005, o Estado recebeu apenas R$ 1,873 milhão para defesa sanitária. "É muito pouco”. Entre 1999 e 2002 o repasse foi de R$ 8,147 milhões, informou. Com informações da Agência Estado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)