Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/05/2005 07:45

Palocci diz que governo estuda alteração no Simples

Bruno Bocchini/ABr

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, anunciou hoje que o governo estuda alterar o sistema de cobrança do Simples (sistema unificado de recolhimento de impostos para pequenas e médias empresas que têm faturamento até R$ 1,2 milhão).

No projeto proposto por Palocci, caso a empresa fature mais que o limite, a arrecadação passaria a ser proporcional, ou seja, seria paga a alíquota do Simples sobre o faturamento até o limite de R$ 1,2 milhão, e apenas o excedente seria taxado com alíquotas mais altas.

Hoje, as empresas que ultrapassam o limite do Simples são obrigadas a deixar de recolher impostos pelo sistema unificado e todo o faturamento é taxado com as alíquotas mais altas. Não há escalonamento.

Segundo o ministro, o projeto muda o "desestímulo à empresa ficar maior". O Simples, acrescentou é limitado ao faturamento de R$ 1,2 milhão de faturamento. "E se a minha empresa começa a faturar R$ 1,4 milhão? Ou eu escondo isso ou eu tenho que sair do Simples e pagar mais imposto. Como o imposto é uma dificuldade para todas as empresas, as pessoas tendem a segurar o próprio crescimento da sua empresa", afirmou.

Palocci disse também que o governo pretende editar nas próximas semanas uma medida que permita às empresas que foram obrigadas a deixar o Simples devido a irregularidades no recolhimento, voltar a operar com esse sistema após a regularização da situação.

As alíquotas do Simples para micro e pequenas empresas são de 3,% a 12,9% sobre o faturamento. O Simples unifica os impostos federais (IR, CSLL, PIS, COFINS e IPI).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)