Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/09/2015 11:00

Pais que realizam atividades físicas tendem a gerar filhos sem obesidade

Portal Educação Física

Um estudo realizado pela Unifesp com camundongos constatou que aqueles pais que possuem prática de atividade física durante o período da cópula e mães que regularmente estão se exercitando na gestação tendem a gerar filhos magros.

Jaime Garcia Dias confirma que esse estudo teve como responsável o professor Ronaldo de C. Araújo juntamente com o apoio da Unifesp.

Todos os dados coletados bem como os resultados obtidos estavam sob a coordenação desse professor, o qual apresentou na em uma reunião pela Fesbe – Federação de Sociedades de Biologia Experimental, no dia 10.09.15, em um auditório da FMUSP – Faculdade de Medicina da Univ. de São Paulo (FMUSP).

Baixo peso x obesidade

Segundo estudos científicos na literatura moderna, os bebês que nascem com baixo peso podem indicar um risco maior de obesidade na vida adulta, diz Jaime Garcia Dias.

E mais que isso, acrescenta Jaime Garcia Dias, o baixo peso pode indicar maior resistência à insulina, a doenças cardiovasculares e a diabetes quando chegarem à vida adulta.

O que gerou surpresa com os resultados desse estudo com camundongos é que justamente mostrou o contrário da afirmação acima.

O baixo peso do filhote resultou em maior resistência à obesidade e sensibilidade elevada à insulina comparado com aquele que nasce tendo peso normal, informa Jaime Garcia Dias.

Paternidade e sua influência

Foi observado nesse estudo a influência que a paternidade exerce sobre o peso do filho. Segundo o professor Araújo, existem muitos estudos hoje que comprovam que pais obesos têm a tendência de gerar filhos obesos.

Porém, foi detectado que isso ocorre não só pela influência no convívio de uma rotina da má alimentação em que o filho fica exposto, mas também pela hereditariedade (alterações padronizados nas expressões dos genes).

Principais resultados obtidos do experimento com camundongos:

Jaime Garcia Dias relata abaixo os principais resultados que o estudo obteve mostrando que os pais que praticam atividades físicas tendem a ter filhos mais magros. Confira!

• Para o primeiro experimento com camundongos, somente as mães praticantes de atividade física foram avaliadas, ou seja, como isso impactou seus descendentes;

• As mães treinadas tiveram seus filhos com peso de 7% menor que o valor normal. Apesar de ser um valor pequeno, mas mostra um dado significativo, diz o professor;

• A placenta das mães treinadas apresentou queda na produção do hormônio que inibi o apetite, a leptina;

• Mediante todos os dados é que constatou o baixo peso do filhote devido o valor enérgico que devia ir para ele, porém foi gasto nos exercícios realizados pelas mães, diz Araújo. Mas será preciso avaliar melhor a questão dos vasos sanguíneos para ter uma real e concreta afirmação;

• Os mesmos experimentos com as mães treinadas foram também realizados com os pais e se obteve resultados iguais;

• Ambos (pais e mães) se submeteram à prática de natação a fim de obter resultados;

• Filhotes vindos de pais treinados gastavam mais energia e comiam menos.

Diante desse estudo, cita Jaime Garcia Dias, é possível obter uma visão melhor a respeito da influência da atividade física sobre os filhos, o que resultará em um adulto mais saudável, sem obesidade e problemas cardiovasculares.

Ainda será feito estudos mais aprofundados para embasar detalhes melhores para afirmar esses dados, confirma o pesquisador.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)