Cassilândia, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

17/10/2008 17:27

Padre: "dinheiro era falso e o queimei por simbolismo"

Fernanda França/Campo Grande News

O padre indonésio Felix Vecka informou há pouco, ao Campo Grande News, que o dinheiro que queimou durante missa celebrada no sábado passado era falso.

Segundo ele, foi preciso utilizar deste artifício para alertar os fiéis de Amambai de que o dinheiro é algo passageiro e que mais importante que valores materiais é o respeito pelo próximo.

O padre tomou tal atitude depois de ouvir declarações do vice-prefeito eleito de Amambai, José Aguiar (DEM), que qualificou eleitores do município de “papa hóstias”.

“O dinheiro era falso, eu imprimi no meu computador. Só queimei o dinheiro simbolicamente, como forma de mostrar para as pessoas que o dinheiro se vai com o vento, e o mais importante, o que não podemos esquecer são os valores como o respeito, o amor a Deus e ao próximo”, afirmou o padre.

Felix Vecka também esclareceu que ficou chocado, assim como muitos fiéis, com a forma desrespeitosa usada pelo vice-prefeito eleito.

“Me pararam na rua para falar, ligaram para mim, eu fiquei indignado, porque ao invés de ir para a rádio agradecer os votos que recebeu, ele vai falar essas coisas que machucam. Eu como padre tenho que defender esses valores como o amor, o respeito e principalmente a gratidão”, cutucou o padre.

O sacerdote diz que já se reuniu tanto com os candidatos derrotados nestas eleições quanto com o prefeito eleito, Dirceu Lanzarini (PR), com quem garante ter esclarecido o mal entendido.

“Agora está tudo bem. Inclusive fui acusado de fazer campanha durante essas eleições, mas não fiz campanha para ninguém, somente alertei os fiéis sobre o voto consciente”, concluiu.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 17 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 16 de Janeiro de 2017
10:04
Coluna da juíza Luciane Buriasco Isquerdo
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)