Cassilândia, Domingo, 28 de Maio de 2017

Últimas Notícias

09/12/2010 06:47

P-SOL recorrerá contra decisão que tirou Jean Willys da Câmara dos Deputados

Débora Zampier, Agência Brasil

Brasília – O presidente do P-SOL no Rio de Janeiro, Jefferson Moura, afirmou hoje (8), por meio de nota, que o partido recorrerá contra decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que tirou a vaga de Jean Willys (P-SOL-RJ) para a Câmara dos Deputados. Willys recebeu 13.018 votos e havia ficado com a última vaga do Rio de Janeiro na Câmara.


Ontem à noite (7), o ministro Marco Aurélio Mello, do TSE, determinou a recontagem de votos no estado após decidir uma ação ajuizada pelo Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB). O ministro decidiu dar para o partido os votos de 18 candidatos da legenda que concorreram com o registro negado, e logo, tiveram os votos anulados.


Com a recontagem, o quociente eleitoral do PTdoB mudaria e Cristiano José Rodrigues de Souza, que teve 29.176 votos, ficaria com a vaga de Willys. “Em nosso entendimento tal fato não se coaduna com o resultado democrático das urnas. A possibilidade de computar votos de candidatos impugnados ao quociente eleitoral, impossibilita a garantia do voto legitimado nas urnas”, afirmou o presidente do P-SOL.


Para que Willys seja diplomado, a decisão de Marco Aurélio precisa ser revertida até o dia 16 de dezembro, data em que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) fará a diplomação dos eleitos no estado. A decisão do ministro abre precedentes para que outros partidos peçam recontagem dos votos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 28 de Maio de 2017
Sábado, 27 de Maio de 2017
10:00
Receita do Dia
Sexta, 26 de Maio de 2017
10:01
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)