Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/05/2016 13:00

Ovulação: o fenômeno da arborização pode ajudar a saber o dia da ovulação

Portal Med

O que é o ciclo menstrual?

O ciclo menstrual é constituído por variações hormonais que geram mudanças no organismo feminino. Ele começa no primeiro dia da menstruação (primeiro dia de sangramento) e vai até o dia anterior ao começo da próxima menstruação. Esta dinâmica nos hormônios sexuais causa mudanças cíclicas e repetidas no corpo.

Podemos nos concentrar nas características biológicas influenciadas por alterações hormonais para determinar a fase do ciclo menstrual feminino (fase fértil e fase infértil).

Quando é o período fértil?

Os protocolos médicos tradicionais mostram que o ciclo menstrual feminino dura comumente cerca de 28 dias. Podendo ser mais longo ou mais curto. Em manuais de planejamento familiar por métodos contraceptivos naturais os ciclos variam de 21 a 35 dias e são considerados normais tendo estes intervalos de tempo.

Baseado na duração de cada ciclo, aproximadamente em torno da metade do ciclo (o que acontece entre 13-15 dias – no caso de ciclos de 28 dias, em 10-12 dias no caso de ciclos de 21 dias e 17-19 dias nos casos de ciclos de 35 dias de duração) a ovulação acontece. Um folículo maduro no ovário solta um óvulo que inicia seu caminho pelas trompas de Falópio até o útero. Caso este óvulo seja fecundado por um espermatozoide, a mulher fica grávida.

Usualmente o período fértil dura de 4 a 7 dias com um pico de 1-2 dias. No entanto, numerosos fatores ambientais e do organismo feminino influenciam cada mulher individualmente e podem causar irregularidades menstruais.

Uma vez que esta fase fértil é o único período fértil da mulher, seu reconhecimento é importante tanto para uma concepção desejada, quanto para ajudar na contracepção.

Como saber o período fértil de um ciclo menstrual?

Os ciclos menstruais podem ser muito irregulares e o período fértil pode variar bastante. Existem também os ciclos anovulatórios, ou seja, aqueles nos quais a ovulação não ocorre por uma série de motivos diferentes.

O cálculo do período fértil baseado em calendário (tabelinha) às vezes é muito impreciso, principalmente se uma mulher tem ciclos irregulares. Consequentemente, métodos científicos baseados em fenômenos biológico-hormonais podem ser usados. Eles não garantem 100% de certeza, mas são um caminho alternativo para observar o período fértil de uma mulher.

Este método biológico-hormonal maximiza a possibilidade de uma concepção ou, em caso de evitar uma gravidez, minimiza esta possibilidade. A abstinência sexual ou o uso de dispositivos contraceptivos como o condom masculino durante o período fértil diminui significativamente a possibilidade de concepção.

Monitorar as mudanças biológicas no corpo feminino ajuda a predizer os períodos férteis e inférteis do ciclo menstrual. O gráfico de temperatura corporal é o método mais frequentemente usado. Durante a primeira fase do ciclo menstrual, a temperatura basal é mais baixa e logo seguindo a ovulação esta temperatura tem um aumento discreto, mas que se mantém até o final do ciclo. Este método requer uma exatidão especial e os resultados são influenciados por vários fatores como o estado de saúde geral e o momento em que a temperatura é medida. Frequentemente os resultados não justificam as expectativas.

Os testes que determinam os picos dos níveis de estrogênio são mais razoáveis e exatos. Antes da ovulação, junto com o aumento nos níveis de estrogênio no organismo feminino, os fluidos corporais (saliva, urina, etc.) mostram um significativo aumento de minerais. A possibilidade de identificar este aumento nos minerais usando um microscópio é um dos métodos alternativos para predizer o momento da ovulação.

Como é o método da arborização?

A estrutura da saliva seca ou de uma amostra do muco cervical (vista em microscópio com ampliação de 100 vezes) colhida durante o período fértil, assemelha-se às folhas de uma samambaia (este fenômeno é conhecido como efeito de arborização). Este fenômeno ocorre pois os cristais dos minerais presentes na saliva ou no muco cervical no período fértil agrupam-se em forma de folhas de samambaia e podem ser visualizados ao microscópio. Ele começa a acontecer 3 ou 4 dias antes da ovulação e desaparece 1 ou 2 dias após a ovulação.

Durante as outras fases do ciclo menstrual, apenas cristais caóticos sob a forma de areia ou grãos são observados ao microscópio. Este fenômeno natural é conhecido de pesquisadores e médicos há muito tempo, mas apenas com a introdução dos mini-microscópios ele pôde ser amplamente utilizado. Hoje em dia, toda mulher em qualquer lugar e a qualquer hora pode testar em que fase do ciclo se encontra. A saliva é um fluido corporal facilmente acessível.

O que é preciso para utilizar este método?

É necessário adquirir um microscópio com lentes objetivas que proporcionem um aumento de 100 vezes. Um microscópio simples com 3 objetivas rotativas que permite ampliações de 100, 200 ou 300 vezes já é o suficiente. A melhor ampliação para visualizar as alterações na saliva é a de 100 vezes. Este microscópio vai ajudar na visualização do fenômeno da arborização (forma de folhas de samambaia) para saber o período fértil de uma mulher.

Para aprender a olhar as diferenças nos cristais e saber o que são grãos e o que são folhas de samambaia, é recomendável que o material seja colhido durante pelo menos uns 3 ciclos menstruais diariamente e observado ao microscópio, de preferência no mesmo horário.

Depois que a pessoa aprender a ver estas diferenças, este método pode ser usado como um auxílio para facilitar a concepção ou evitá-la.

Como deve ser a coleta da saliva?

O melhor horário é pela manhã em jejum, antes de escovar os dentes. Ou duas horas após a alimentação, escovação dentária ou fumo.

Colher a saliva embaixo da língua, onde está localizada a maioria das glândulas salivares. Colocar uma gota de saliva sobre a lâmina do microscópio. Em um intervalo de 15 a 20 minutos a saliva seca, o que é suficiente para ocorrer a cristalização dos minerais. Uma pequena quantidade de saliva é suficiente para facilitar a visualização e agilizar o processo. Idealmente uma amostra sem formação de bolhas deve ser observada.

Qual é a exatidão do método? O que devo levar em consideração?

Lembre-se, não há 100% de certeza, pode haver erros.

O método não evita gravidez indesejada, não assegura que uma gravidez irá ocorrer, nem evita doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Ele é um método auxiliar para que as mulheres possam pesquisar o período fértil de seu ciclo menstrual.

Um médico deve ser consultado para melhor orientação sobre métodos contraceptivos, planejamento familiar e prevenção de doenças venéreas, também conhecidas como DSTs.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)