Cassilândia, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

07/09/2017 08:20

Otimismo leva dólar a fechar no menor nível desde maio

Campo Grande News

Uma junção de acontecimentos internos positivos e fatores externos levaram o dólar a terminar a R$ 3,1028 nesta quarta-feira, 6, o menor nível desde um dia antes das delações do caso JBS envolvendo o presidente Michel Temer, quando fechou aos R$ 3,0970 (16/5). À tarde, o dólar renovou mínimas ante o real, após o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, dizer que os números do PIB são muitos fortes e que "estamos avaliando possibilidade de revisão". Além disso, o anúncio de demissão do vice-presidente do Federal Reserve (Fed), Stanley Fischer, contribuiu com as mínimas.

O Ministério da Fazenda deverá revisar a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) após os dados acima do esperado no segundo trimestre, afirmou Meirelles. Atualmente, a projeção de crescimento é de 0,5% em 2017 ante 2016.

No início da tarde a moeda americana ainda rondava os R$ 3,11, mais caiu para o patamar dos R$ 3,10 em meio ao enfraquecimento da divisa no exterior, após a saída de Fischer do cargo de vice-presidente do Fed por motivos pessoais.

Com a saída do dirigente, que era membro votante do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) e considerado centrista, surgem dúvidas sobre quem o substituirá e se o novo dirigente será mais inclinado ao aumento de juros ou à manutenção. "O dólar apresentou fraqueza uma vez que o presidente dos EUA (Donald Trump) é quem fará a indicação, e ele já afirmou diversas vezes que prefere juros mais baixos e um dólar menos forte", disse Jefferson Rugik, diretor da Correparti.

A fraqueza do dólar veio desde cedo - embora tenha apresentado leve alta em movimento de ajuste das recentes baixas - depois da divulgação da inflação ao consumidor (IPCA) de agosto, que mostrou avanço de 0,19%, abaixo do piso coletado pelo Projeções Broadcast, de 0,22%. "A inflação no ano atingiu 2,46%, o menor nível desde fevereiro de 1999, o que gerou um otimismo muito grande em relação à trajetória de queda de juros", disse o diretor de câmbio da Abrão Filho, Fernando Oliveira.

No mercado à vista, o dólar terminou em baixa de 0,45%, aos R$ 3,1028. O giro financeiro somou US$ 1,22 bilhão. Na mínima, a moeda ficou em R$ 3,1013 (-0,49%) e, na máxima, aos R$ 3,1193 (+0,08%).

No mercado futuro, o dólar para outubro caiu 0,61%, aos R$ 3,1085. O volume financeiro movimentado somou US$ 14,45 bilhões. Durante o pregão, a divisa oscilou de R$ 3,1080 (-0,62%) a R$ 3,1285 (+0,03%).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)