Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/01/2016 18:01

Os cuidados especiais com alimentação na praia, segundo biomédico

Andrea Feliconio, assessoria

Confira os alertas e dicas do biomédico Roberto Martins Figueiredo, o Dr. Bactéria, e fuja das armadilhas que podem estar envolvidas com produtos como pastel, raspadinha e camarão frito

Pode ser fim de semana, feriado, férias ou um dia de folga. Pode ser com a família ou com a companhia especial de amigos. Nada melhor para aproveitar um dia de sol na praia. E lá encontramos um vasto cardápio de iguarias e petiscos dignos dos mais exigentes consumidores, afinal , tantas horas de malhação, de trabalho ou de preocupação, nos tornaram merecedores de tudo isto, sem crise de consciência!

Há muitas barracas ou carrinhos sempre perto que oferecem camarão frito, porções das mais variadas (peixe, lula, fritas, cebola), queijo coalho, empadinha, pastel, raspadinha, cerveja, batidas, sucos, refrigerantes, mate gelado, sorvetes, geladinhos, lagosta, ostras, entre outras coisas que são festas tanto para nossos olhos quanto para nossos estômagos. Ou não?

Confira os alertas e dicas do biomédico Roberto Martins Figueiredo, o Dr. Bactéria, e fuja das armadilhas que podem estar envolvidas com estes produtos.

LATAS
Por algum tempo, correu pela Internet uma corrente manifestando o problema envolvendo latinhas de bebidas e Leptospirose.

O quando de verdade existe neste fato?
Teoricamente pode ocorrer, uma bactéria Leptospira interrogans, causadora da doença. Pode sobreviver, em condições ótimas, por 6 meses fora de seu hospedeiro, o rato.

Quando este roedor urinar sobre as latas , o que pode acontecer tendo em vista as práticas não muito adequadas de estocagem destes produtos , a bactéria fica na superfície. O contato da latinha contaminada com a mucosa bucal , e não é necessário um prévio corte no lábio ou a existência de uma cárie não bem cuidada, permite a penetração da bactéria ocasionando a Leptospirose. As manifestações iniciais são febre alta de início súbito, sensação de mal estar, dor de cabeça constante e acentuada, dor muscular intensa, cansaço e calafrios. Dor abdominal, náuseas, vômitos e diarreia são frequentes, podendo levar à desidratação. É comum que os olhos fiquem acentuadamente avermelhados e alguns doentes podem apresentar tosse e faringite. Após dois ou três dias de aparente melhora, os sintomas podem ressurgir, ainda que menos intensamente. Nesta fase é comum o aparecimento manchas avermelhadas no corpo (exantema) e pode ocorrer meningite, que em geral tem boa evolução. A maioria das pessoas melhora em quatro a sete dias.

A forma grave da leptospirose é denominada doença de Weil. A evolução para a morte pode ocorrer em cerca de 10% das formas graves.

Os cuidados neste caso, seriam ou a prévia lavagem das latas com água corrente ou então, consumo com canudos (o que não dá para fazer com cervejas).

Importante, devemos dar um nó nos canudos a amassar os copos descartáveis pois, ainda existe a prática do reaproveitamento destes matérias por parte de alguns ambulantes não idôneos.

CAMARÃO
O camarão é rico no aminoácido histidina que, ao ser deteriorado por bac térias, como no caso de refrigeração não adequada ou camarão velho, pode dar origem a histamina, substância que pode levar a processos semelhantes a alergia com sudorese, aumento do calor do corpo, manchas avermelhadas no corpo (sobretudo costas e rosto) e podendo levar até a problemas mais sérios como edema de glote. O tratamento seria a aplicação de anti-alérgicos e término do dia de lazer.
O que fazer ?

Observe o camarão antes de fritar. Qualquer alteração ou dúvida, não coma.
A casca do camarão deve sair por inteira e facilmente, estando grudada na carne, também não devemos ingerir.

PASTEL
Quer um pastel? Tem de queijo, carne, pizza, palmito, entre outras invenções dignas da mais pura alquimia. O que temos que observar?
Em primeiro lugar a higiene geral do local, manipuladores, carrinhos e, principalmente se os pastéis estão em local refrigerado (e se a caixa térmica usada está limpa também), as condições do óleo utilizado deve ser aqu ecido a temperatura não superior a 180ºC (cento e oitenta graus Celsius), é claro que você não vai levar um termômetro para medir a temperatura do óleo, mas algumas características poder ser observadas como se o óleo é substituído imediatamente sempre que houver alteração evidente das características físico-químicas ou sensoriais, tais como aroma e sabor, e formação intensa de espuma e fumaça.

Não esqueça também que, areia não é ingrediente de pastel nem daria para fazer pastel a milanesa com areia, isto é, se o pastel do menino ou menina cair no chão, tem que ser jogado fora, não pode tentar retirar a areia com uns tapas nele ou assoprando, aí é pior então.

RASPADINHA

Trata-se de gelo moído com xarope adocicado imitando a frutas, algumas vezes adicionado de leite condensado e castanhas picadas, chocolate granulado, paçoca de amendoim ou mesmo amendoim picado.
Quantas vezes estamos deitados confortavelmente em nossas cadeiras de praia olhand o o mar ou a praia ou mesmo distraídos lendo alguma coisa ou conversando com os amigos, quando uma criança vem perto e começa a pedir
Quero raspadinha...
Como está calor e gelo é água, por que não?

Temos que lembrar o seguinte:
Crianças são consideradas grupos de risco, pois apresentam baixa resistência.
Gelo direcionado para consumo humano é obrigatório que seja produzido com água potável, como no caso daquele gelo que compramos em sacos que vem na forma de cubos.
O gelo vendido em barra, geralmente é direcionado, somente, para a refrigeração e, como tal, muitas vezes não é obrigatório que seja produzido com água potável.
Bactérias não morrem no congelamento, isto é, se a água utilizada estava contaminada o gelo também vai estar.

Temos que observar alguns itens, antes da compra, como:
Condições de higiene do carrinho.
Condições de higiene do manipulador.
Condições de higiene do gelo (inclusive se ele está apoiado sobre um pano e qual a condição dele).
Condições dos xaropes.
Perguntar qual a procedência do gelo.
O leite condensado não pode estar diretamente na lata, tem que estar num recipiente plástico tipo bisnaga, limpo.
Observar também se não existe contato da mão do manipulador que empurrou o carrinho, pegou dinheiro, pegou vários objetos, etc, com o produto que você está comprando. Pode não parecer mas, se você não observar todos estes itens o risco é muito grande.

ÁGUA DE COCO

Aquele calor, nada como um produto chamado “soro natural”. Que risco poderia ter em tomar água de coco? Ela não está estéril (sem microrganismos), dentro do coco?
Sim, sem dúvida, qualquer presença de bactéria iria alterar o produto, tornando a água com característica azeda.
O problema está, principalmente nos canudos.Infelizmente, mesmo sendo poucos, existem alguns ambulantes que teimam em reutilizar canudos.
Isso mesmo, pegam os canudo s já utilizados, no lixo, em boas condições, deixam um pouco no sol para secar e volta para o canudeiro. Isto pode trazer surpresas não agradáveis como herpes labial, candidíase bucal (Cândida albicans), problemas com cárie (Streptococcus mutans), gastrites e úlceras (Helicobacter pylori). Para evitar que isto ocorra, sempre amasse copos descartáveis e dê um nó, bem forte, no canudo, antes de jogar fora.

SANDUICHES NATURAIS

Praia, mar, sol, natureza, tudo combina. Na hora da fome, para não modificar o clima, não pode faltar um sanduíche natural. O que não podemos esquecer é que bactérias também são naturais. Os ingredientes destes alimentos são conservados sob-refrigeração, pois são perecíveis.
O que temos que observar:
Condições gerais de higiene do vendedor.
Condições de higiene da caixa térmica utilizada para transporte.
Impossibilidade do contato manual direto do manipulador com os produtos que ele está vendendo.
Embalagem dos sand uíches.
Rotulagem (nome do produto, ingredientes usados, data de fabricação e validade) e o mais importante, temperatura do produto, tem que estar frio, não tem acordo, se não estiver em uma temperatura baixa, não compre, se não pode pegar uma Doença Alimentar Natural, como diarréia, vômitos, entre outros sintomas.

“Pergunte também, onde o sanduíche foi feito, quem faz, quais os ingredientes que são usados, onde são comprados, se é usada maionese caseira ou industrial e como são produzidos. Ótima praia”, finaliza Dr. Bactéria.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)