Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/12/2005 17:00

Orro é mais cotado no PDT para assumir Segurança Pública

João Prestes/Campo Grande News

O deputado estadual Roberto Orro é o nome mais cotado no PDT para assumir a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) em lugar de Antônio Braga, que deixa o cargo no dia 15 de dezembro para concorrer à reeleição. Orro está avaliando se aceita o cargo, já que implicaria em desistir da vida parlamentar. Mas todo o arranjo foi feito pelo partido nesse sentido.

Orro se elegeu deputado estadual em 2002 com 14.391 pelo PSDB, em coligação com o PMDB. Os quatro primeiros suplentes da coligação são Bela Barros, Humberto Teixeira, Nelito Câmara e Miron Coelho Vilela. Em 2004, Orro trocou o PSDB pelo PDT. O mesmo fizeram Bela Barros e Humberto Teixeira, que já assumiram como deputados em substituição a Simone Tebet (PMDB) e Flávio Kayatt (PSDB), eleitos prefeitos de Três Lagoas e Ponta Porã, respectivamente.

Nelito Câmara faleceu vítima de câncer no ano passado. Portanto, o próximo suplente da coligação é Miron Coelho Vilela, de Coxim. Ele chegou a disputar a Prefeitura daquele município no ano passado pelo PMDB, mas nesse ano aderiu ao PDT e pode virar deputado caso Orro aceite ser secretário de Estado.

Por outro lado, o filho de Roberto Orro, Luiz Felipe, prefeito de Aquidauana, filiou-se ao PDT em setembro, já no fim do prazo para quem pretende ser candidato no ano que vem trocar de partido. A intenção ficou clara: Orro estava preparando seu filho para sucedê-lo na Assembléia. Luiz Felipe cumpre o segundo mandato de prefeito e acredita ter base suficiente para se eleger deputado, mesmo considerando que o PDT tem nomes fortes como Ary Rigo, Bela Barros, Onevan de Mattos.

Aparentemente, não há objeção no PDT ao nome de Orro para a Sejusp. O presidente do partido, João Leite Schimidt, disse que seria uma boa escolha, “mas precisa ver se ele quer”. Orro tem credibilidade e experiência, já ocupou o mesmo cargo no governo de Wilson Martins. “E eu poderia chamar o Miron pra ser deputado”, completou Schimidt.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)