Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

23/07/2010 07:06

Orgânicos oferecem opção de renda e produção saudável

Sebrae

“Produção orgânica é viável, é rentável e a natureza agradece”. Seguindo este lema o ator e produtor rural Marcos Palmeira, realizou seu sonho de possuir uma propriedade rural totalmente natural, livre da utilização de agrotóxicos e com a integração como forte aliada. Proprietário da fazenda Vale das Palmeiras, localizada em Teresópolis (RJ), o produtor apresentou sua experiência e os bons resultados desse cultivo, durante a palestra Sistemas Agroecológicos de Produção, realizada na tarde desta quinta-feira (22) durante a Feira do Empreendedor, do Sebrae/MS.

O produtor, que defende a valorização pessoal e a preservação à natureza, apresentou aos participantes sua história, que teve início com a conscientização de seus funcionários. “Quando adquiri a fazenda, percebi que os agricultores não consumiam a produção da horta e pomar, isso porque eles sabiam os riscos dos agrotóxicos utilizados. A partir daí, percebi a importância dos alimentos produzidos sem veneno e decidi mudar a rotina do cultivo”, explica.

Com o apoio do sócio e engenheiro agrônomo Aly Ndiaye, Marcos Palmeira revolucionou o cultivo de hortaliças e legumes, adotou o replantio de florestas, a fabricação do adubo utilizado, a utilização dos próprios animais no combate às pragas e provou que a simplicidade e o respeito ao meio ambiente também podem oferecer bons resultados financeiros. “A produção orgânica não é novidade, é apenas um resgate da forma como nossos avós e bisavós trabalhavam na roça, sem o uso de produtos tóxicos, sem a destruição do meio ambiente. Isso reflete diretamente nos resultados da produção animal e na mesa e na saúde da população”.

Atualmente, a marca Vale das Palmeiras é a responsável por grande parte do abastecimento de orgânicos no Rio de Janeiro. Cerca de 86% de sua produção é destinada aos supermercados. “Ainda há o mito que os orgânicos são caros e inacessíveis. Cada dia mais esse mito se dissolve e tanto a população, quanto o produtor, percebem que sem gastar com agrotóxicos, a produção é mais barata, com produtos de qualidade e saudáveis. Temos que valorizar a terra, é dela que tiramos o que comemos”, finaliza Marcos Palmeira.

PAIS – O Programa de Agroecologia Integrada Sustentável (PAIS) e os grandes benefícios desse tipo de prática foram amplamente apresentados pelo engenheiro agrônomo Aly Ndiaye, que mostrou aos participantes o quanto é importante para os produtores de orgânicos, se adequar ao projeto e apontou o PAIS como um grande aliado ao produtor rural “O trabalhador do campo ainda é muito esquecido e o PAIS vem como um experimento de tecnologia social simples e eficaz”, garante.

Vale lembrar que a partir de 31 de dezembro de 2010, entra em vigor o decreto que torna obrigatória a necessidade de certificação para que um produto possa assumir a nomenclatura de “orgânico”. Produtos com selos de certificadoras não reconhecidas pelo governo ou sem qualquer tipo de certificação poderão ser multados e retirados de circulação.

A certificação é necessária para que, ao adquirir um alimento orgânico, o consumidor tenha garantia que ele foi produzido, processado ou armazenado sem o uso de adubos químicos ou defensivos agrícolas.

Serviços – A Feira do Empreendedor acontece até o dia 25 de julho, das 14 às 22 horas, no Centro de Exposições Albano Franco. A entrada é gratuita.

Para esta sexta-feira (23), a palestra magna: estratégia de Diferenciação – Caso de Sucesso Le Lis Blanc, traz a empresária de moda Traudi Guida, às 19h30.

Durante todo o horário de funcionamento da Feira do Empreendedor, são realizadas diversas palestras, oficinas, capacitações e rodadas de negócios nos 11 salões do evento

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)