Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/03/2010 17:03

Operário pode perder até ‘marca’ por dívida trabalhista

Campo Grande News/ Marcio Breda

Seis anos após ter sua sede administrativa leiloada por determinação da justiça do trabalho, o Operário Futebol Clube poderá perder sua marca se uma nova ação judicial der ganho de causa a um ex-atleta.

De acordo diretores da torcida Garra Operariana, caso a justiça aceite os argumentos do ex-zagueiro Celso, a marca da equipe (da qual o escudo também faz parte) poderá ser leiloada para pagamento de dívida trabalhista calculada em R$ 10 mil.

A marca, além de contar com um dos maiores símbolos da equipe, é uma das escassas fontes de renda do Operário, que a licencia para a venda de camisetas e demais produtos ligados ao Galo.

“Não existe isso. Se fosse assim o Flamengo e outros times já teriam sumido”, minimiza o presidente do Operário, Tony Vieira. Segundo ele o time ainda não foi notificado sobre qualquer ação neste sentido. “Apenas uma ação trabalhista foi movida contra o Operário nos últimos cinco anos. Estamos sempre procurando nos defender das ações do passado. O Operário não possui nenhum bem passível de bloqueio judicial e se defende bem nas ações antigas”, afirma Vieira.

Para o presidente do Operário, a informação de que o Operário poderá perder sua marca em uma ação judicial “é boato de uma torcida organizada que só tem gente que quer o mal do time”.

Uma ação da justiça trabalhista determinou em 2005 o leilão da sede administrativa do clube, localizada na Avenida Bendeirantes. A construção foi demolida no ano seguinte. Hoje, o clube está apenas com o parque Poli Esportivo na saída para Aquidauana, mas que não está no nome do Operário.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)