Cassilândia, Sexta-feira, 05 de Junho de 2020

Últimas Notícias

08/05/2020 09:40

Operação prende 26 suspeitos de assassinatos em Goiás

Ao todo, 65 pessoas foram alvo da polícia por suspeita de participação em homicídios

Governo de Goiás
Operação prende 26 suspeitos de assassinatos em Goiás

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), prendeu nesta semana, 26 suspeitos de assassinato em Goiás. A ação faz parte da Operação Força Centrífuga 3. A operação foi deflagrada em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis e Caldas Novas. O objetivo é combater o crime organizado e retirar de circulação de pessoas que infringiram a lei e representam risco à segurança pública, diminuindo cada vez mais a impunidade em Goiás.

Durante a apresentação do resultado da operação, o titular da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídio delegado Rilmo Braga explicou que os presos são suspeitos de fazer parte de diversas associações criminosas. “Realizamos estas prisões nos últimos três dias e constatamos que os suspeitos são de mais de uma facção. Além disso, um dos principais criminosos presos era conhecido como “Duque” e cometeu diversos crimes de homicídio já indiciados e é um dos principais criminosos de Goiás” completou o delegado, reforçando que houve 100% de sucesso nos mandados cumpridos.

O secretário de Segurança Pública Rodney Miranda, que também esteve presente na apresentação, parabenizou a Polícia Civil e a DIH e comentou sobre a operação. “Isso irá refletir mais ainda na queda de números de homicídio do Estado, principalmente, da Região Metropolitana, já que são facções que estavam em várias cidades”, disse. Ele reforçou que o Governo de Goiás, por meio da SSPGO, está adotando cada vez mais medidas para que haja maior percepção de segurança por parte da população goiana.

A Operação Força Centrífuga Três permitirá, ainda, a conclusão de aproximadamente 30 inquéritos policiais, ao elucidar crimes bárbaros ocorridos na capital e região metropolitana. Os delitos estão vinculados, direta ou indiretamente, a fações criminosas, o que explica o nome da operação, visto que o combate passa a ser focado nos grupos criminosos.

Operação Força Centrífuga um e dois

Iniciada em outubro de 2019, a Operação Força Centrífuga já prendeu, até hoje, 59 adultos e apreendeuseis menores. Na primeira fase, foram 18 adultos e seis menores, todos por indícios de relação com homicídios e crimes violentos. A operação, a partir do cumprimento de mandados contra os indiciados faccionados, tirou de circulação suspeitos, auxiliando na redução dos índices criminais.

Já a segunda fase, desarticulou uma associação criminosa suspeita de pelo menos nove homicídios ocorridos entre 2017 e 2019, em Goiânia e Aparecida de Goiânia. No total 15 pessoas foram presas e respondem por homicídio, associação criminosa e tráfico de drogas. Na época, além das prisões, a Polícia Civil também cumpriu 16 mandados de busca e apreensão. Os presos possuíam diversas passagens pela polícia, alguns, inclusive, com condenações. Cerca de 80 policiais civis participaram das ações.

Redução da criminalidade e homicídios

No início de 2020, com o balanço do primeiro ano de governo, o governador Ronaldo Caiado já havia apontado os avanços na Segurança Pública. Segundo o chefe do Executivo estadual, isso foi possível graças à atuação e integração das polícias goianas, o que resultou na redução significativa dos índices de criminalidade do Estado.

Com os resultados do balanço do primeiro trimestre de 2020, houve mais uma confirmação da queda na criminalidade. O relatório mostrou que os crimes letais intencionais tiveram redução de 21,02% e que houve redução de 54,55% em latrocínios e de 20,20% em homicídios.

Mais informações: (62) 3201-1027

Comunicação Setorial Secretaria de Segurança Pública - Governo de Goiás

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 04 de Junho de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)