Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/06/2013 14:37

Operação Piratas do Asfalto combate roubo de cargas em 7 estados

DPF

A Polícia Federal deflagrou, na manhã de quinta-feira (6/6), a Operação Piratas do Asfalto contra uma quadrilha especializada em roubos de cargas nas estradas brasileiras. A ação policial acontece em 7 estados, e são cumpridos 35 mandados de prisão (30 preventivas e 5 temporárias), além de 40 mandados de busca e apreensão. Ao todo, cerca de 200 policiais estão nas ruas cumprindo as medidas judiciais de prisão e busca e apreensão.

As investigações que levaram à identificação da organização criminosa começaram em fevereiro de 2012, em Tocantins, e permitiram às equipes de policiais identificar a rotina da quadrilha, que atuava na Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pará, Tocantins e São Paulo. Estima-se que a quadrilha tenha, durante o período investigado, causado um prejuízo estimado em mais de R$ 50 milhões.

Além de atuarem de forma bastante violenta – abordando os caminhões ainda em movimento, realizando “emboscadas” e sequestrando os motoristas –, os criminosos também contavam com a cumplicidade de alguns caminhoneiros. Ao monitorar os criminosos, os policiais federais acompanharam situações em que alguns motoristas responsáveis pelas cargas integravam a quadrilha e desviavam produtos para, posteriormente, registrarem ocorrências policiais.

Especializados no roubo de cargas, os criminosos usavam potentes bloqueadores de celulares - os chamados jammers - para evitar o rastreamento dos caminhões e da carga roubada. A Polícia Federal investiga ainda a possível participação de funcionários das empresas de monitoramento e segurança eletrônica no esquema criminoso.

Até o final da manhã, 22 envolvidos já haviam sido presos pela PF.

Durante todo o trabalho investigativo, os policiais monitoraram 17 casos de roubo/furto de cargas; em algumas situações, as cargas estavam avaliadas em mais de R$ 1 milhão. Os integrantes da quadrilha não faziam distinção da carga: roubavam desde gêneros alimentícios, eletrônicos a materiais de construção. Somente em máquinas agrícolas, a PF já recuperou um total aproximado de R$ 3,6 milhões. Nesse período, os policiais também realizaram 12 prisões em flagrante, e alguns dos detidos foram postos em liberdade, mas voltaram a ser presos por força de mandados de prisão cautelares.

Os envolvidos são investigados pela prática dos crimes de formação de quadrilha, furto qualificado, roubo, receptação qualificada e falsa comunicação de crime, entre outros . O nome da Operação faz referência à maneira como a quadrilha atuava, lembrando a ação de piratas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)