Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/05/2013 08:40

Operação para retirar índios de fazenda tem Policia Federal, PM e bombeiros

Viviane Oliveira, Campo Grande News

Uma operação com homens da Polícia Federal, PM e do Corpo de Bombeiros foi montada em Sidrolândia para a reintegração de posse da fazenda Buriti. Nesta manhã, cerca de 20 viaturas estão na área para cumprir determinação da Justiça.

Ontem, em audiência para conciliação entre grupo terena e o fazendeiro Ricardo Bacha, não houve acordo e a ordem foi para o despejo dos índios.

O comboio policial saiu de Campo Grande por volta das 5 horas desta quinta-feira e negocia agora a retirada das famílias. A disposição, segundo o terena Vinícius Souza, é para resistir. “Os guerrreiros já disseram que não saem nem a pau”, conta.

A retirada deve ser feita por homens do Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), grupo especial da Polícia Militar, como em todas as reintegrações feitas recentemente no Estado.

O ex-deputado Ricardo Bacha garante que só ficou sabendo da operação há pouco é “Espero que eles saiam em paz, que não haja reação, porque estão cumprindo a Lei do País. Aquela terra não é indígena, não discuto a legitimidade da reivindicação dos indígenas e nós produtores juntos aos políticos podemos pressionar Brasília pra comprar terras para eles.

Ele voltou a dizer que espera do governo federal uma decisão definitiva para a questão. “Se no passado os indígenas foram ludibriados tenho absoluta certeza de que não foi por nós e sim pelo governo então cabe ao governo resolver”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)