Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/09/2011 16:07

Operação interceptará aeronaves suspeitas em MS

Campo Grande News/ Edmir Conceição e Fabiano Arruda

A Operação Ágata 2, deflagrada nesta sexta-feira pelas Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) com suporte dos órgãos de segurança pública e de inteligência (PM, PRF, PF, Força Nacional e Abin), fará até interceptação de aeronaves suspeitas no espaço aéreo das fronteiras com Paraguai, Bolívia, Argentina e Uruguai.

As ações militares e policiais ocorrem simultaneamente em Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

A Operação emprega um contingente de 7 mil militares das três Forças. Em Mato Grosso do Sul estão mobilizados 1.600 militares do Exército, 300 da Marinha e 450 da Aeronáutica.

De acordo com o CMO (Comando Militar do Oeste), que detalha a operação em coletiva, as ações articuladas visam a repressão ao contrabando, controle de abastecimento de aeronaves, patrulhamento aéreo, controle e bloqueio de estradas, reconhecimento especializado de fronteira e repressão aos crimes ambientais e transfronteiriços.

Os militares também desenvolverão ações cívico-sociais nas regiões carentes ao longo das fronteiras. A Operação Ágata 1 foi realizada na Amazônia no mês passado, com destruição de pistas de pousos clandestinas e combate a crimes ambientais.

Cooperação - Na segunda fase da Operação Ágata 2, segundo o CMO, haverá cooperação com as autoridades dos países vizinhos. Em Mato Grosso do Sul a cooperação se dará com autoridades bolivianas, na fronteira de Corumbá, e paraguaias, na fronteira de Ponta Porã, Amambai, Mundo Novo, Coronel Sapucaia, Bela Vista e Porto Murtinho.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)