Cassilândia, Sábado, 20 de Julho de 2019

Últimas Notícias

03/07/2019 08:20

Operação do Exército destrói mais de 1,5 mil armas a pedido do TJMS

Campo Grande News
Armamento foi entregue pelo TJMS após deixar de integrar processos judiciais. (Foto: Divulgação)Armamento foi entregue pelo TJMS após deixar de integrar processos judiciais. (Foto: Divulgação)

Operação do 9º Batalhão de Suprimento “Guia Lopes” –que integra o SisFPC/9 (Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados da 9ª Região Militar)– entre 25 e 27 de junho resultou na destruição de 1,5 mil armas, brancas e de fogo, entregues pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. A atividade integrou a Operação Vulcão, um acordo de cooperação técnica existente desde 2017 entre o Exército e o CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

A parceria, conforme destacou o Exército, visa a intensificar a entrega de destruição de armas de fogo e munições apreendidas que estejam sob custódia do Poder Judiciário e que não interessam mais à continuidade de processos judiciais, mas não se encaixam nas normas para doação a órgãos de Segurança Pública ou às Forças Armadas.

Participaram da ação militares do 9º Batalhão de Engenharia de Combate, do 18º Batalhão de Transportes e da 14ª Companhia de Polícia do Exército. Ao todo, foram destruídas 1.241 armas de fogo, 313 armas brancas e 591 lunetas.

Operação do Exército destrói mais de 1,5 mil armas a pedido do TJMS
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 20 de Julho de 2019
Sexta, 19 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Quinta, 18 de Julho de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)