Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/06/2008 19:46

Operação da PF cumpriu 26 mandados de prisão

Marco Antônio Soalheiro /ABr

Brasília - A Operação João de Barro da Polícia Federal (PF) cumpriu 26 mandados de prisão até às 13h de hoje (20). A informação é do superintendente da PF em Minas Gerais, David Salem. Ao todo, os agentes trabalham no cumprimento de 38 mandados de prisão e 231 de busca e apreensão, em pelo menos sete estados.


A lista de pessoas que tiveram a prisão preventiva autorizada pela Justiça é composta, em sua maioria, por empresários e funcionários públicos de Minas Gerais. Há ainda pedidos de prisão contra prefeitos de diversos municípios do estado mas, segundo a PF, o Tribunal Regional Federal ainda se manifestará a respeito.

“Pode haver algum desmembramento, mas isto não quer dizer que amanhã todos os prefeitos dos municípios que têm projetos investigados serão presos”, afirmou Salem.

O superintendente também disse que a operação foi deflagrada antes da autorização para a prisão de prefeitos porque era necessário “estancar o esquema de desvio de recursos públicos”. A PF estima ter impedido que pelo menos outros R$ 2 bilhões fossem destinados a obras de interesse do grupo investigado.

Iniciada em 2006, a investigação apurou que cerca de R$ 700 milhões foram liberados para obras com suspeita de superfaturamento.

Até o fim do dia hoje (20), a PF deve divulgar um balanço completo da operação.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)