Cassilândia, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/04/2005 13:07

Operação Cardume deve reduzir total de pescadores em MS

Inara Silva e Thaisa Bueno / Campo Grande News

A Operação Cardume, desencadeada pela Sema (Secretaria de Estado de Meio Ambiente) para identificar falsos pescadores no Estado deve reduzir o número total de profissionais da pesca em Mato Grosso do Sul. Segundo o secretário José Elias, com a ação, o número de pescadores cadastrados deve passar para 1,5 mil. A meta inicial era que ficasse em 2 mil. Conforme a secretaria, o trabalho foi necessário em função de números divergente. Enquanto a Sema tem 3.011 pescadores cadastrados, são 4.911 na Seap (Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca).
O trabalho da Operação Cardume está dividido em três fases. A primeira encerrada hoje, a segunda que fará visita e levantamento in loco das informações. Já a terceira fase prevê o encaminhamento das irregulares para penalidade judicial.
Por enquanto, a Sema já sabe que são 64 empresários, 91 aposentados, dois servidores públicos cadastrados como pescadores profissionais. Eles poderão perder a licença por constarem na Junta Comercial como sócios ou proprietários de empresas ou possuírem outra fonte de renda que não exclusivamente a pesca, como requer a legislação. Além desses, outros 136 pescadores foram autuados pela fiscalização e 14 já morreram e terão os nomes excluídos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)