Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/12/2014 17:35

Operação Brasil Integrado prende 37 pessoas em MS

Notícias MS

Com foco no combate à criminalidade, em especial aos crimes transfronteiriços, bem como àqueles que mais impactam a sociedade que são os cometidos contra a vida e o patrimônio, foi deflagrada na sexta-feira (5) em todo o País a operação Brasil Integrado, coordenada pelo Ministério da Justiça. Com duração de 24 horas, a ação, com início à zero hora, envolveu todos os Estados brasileiros e um efetivo de 20 mil policiais e militares do Exército, Marinha, Aeronáutica e fiscais da Receita Federal e das agências de defesas sanitárias.

Em Mato Grosso do Sul a operação Brasil Integrado aconteceu nos 79 municípios do Estado e foi intensificada ao longo da faixa de fronteira, naquelas cidades que fazem divisa com o Paraguai. O resultado divulgado pelo Gabinete de Gestão Integrado de Fronteira (GGI-FRON), na manhã de sábado (6), mostra que foi empregado um efetivo de 1.600 homens e mulheres da Polícia Civil, Polícia Militar, DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, das agências municipais de trânsito, e a exemplo do restante do Brasil, da Marinha, Exército, Aeronáutica e Receita Federal.

Em todo o Estado foram abordadas durante a operação 2.280 pessoas e 2.187 veículos, também apreendidos 5.500 maços de cigarros contrabandeados, 320 quilos de maconha, um quilo de cocaína e derivados, três armas, 15 munições e incinerados pela Polícia Civil uma tonelada e 149 quilos de maconha no município de Costa Rica, droga que foi apreendida no município de Figueirão. Na região sul do Estado, além de barreiras volantes e bloqueios policiais em pontos estratégicos, a fiscalização contou com um helicóptero, que foi cedido ao DOF, por meio de convênio com a Itaipu. As ações resultaram na prisão em flagrante de 24 pessoas, apreensão de cinco adolescentes em conflitos com as leis e no cumprimento de 13 mandados de prisão em aberto.

O coordenador da operação no Estado, Mário Martins Ferreira, que é diretor executivo do GGI-FRON, avaliou como positivo o balanço divulgado e disse que as ações policiais de combate e repressão aos crimes continuam em Mato Grosso do Sul. “Nós estaremos atuando ainda com todas as forças integradas em 35 pontos estratégicos do Estado, em ações que não têm data para terminar”, afirmou.

Coletiva em Brasília

Durante a segunda operação Brasil Integrado, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reuniu na sexta-feira (5) em Brasília todos os secretários de Justiça e Segurança Pública do Brasil, para fazer um balanço das ações de segurança pública que vêm sendo realizadas em todo o País, e também para uma entrevista coletiva, em que destacou os esforços do governo federal na busca de superação da falta de integração entre as forças. “Buscamos cada vez mais essa integração e os resultados mostram que estamos no caminho certo, com uma política eficiente que está mudando o patamar da segurança pública, que veio para ficar”, enfatizou o ministro.

Presente na coletiva em Brasília, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Wantuir Jacini, também destaca a importância da integração entre as polícias, que segundo ele, resulta em ganhos imensuráveis para a segurança pública e a sociedade. “A integração é um dos pontos que trabalhamos ao longo dos últimos oito anos e os resultados de mais de 550 toneladas de drogas apreendidas, sendo 200 mil toneladas só este ano, quando também foram presas mais de 15 mil pessoas em Mato Grosso do Sul, apontam que este é o caminho”, frisou.

Ainda durante a reunião em Brasília, foi elaborada uma carta pelos secretários de Justiça e Segurança Pública dos 27 Estados brasileiros, direcionada ao governo federal e a todos os governadores eleitos, com sugestões para a segurança pública. De acordo com o Ministro da Justiça, o documento será entregue até o próximo dia 15 de dezembro. E em janeiro haverá, segundo Cardozo, uma reunião com todos os secretários de Justiça e Segurança Pública e o Ministério da Justiça para discutir todas as ações realizadas nos últimos anos e traçar estratégias para o próximo período, que terá como foco a integração permanente das polícias e forças.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)