Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

26/01/2015 08:30

OMS reconhece que foi lenta para responder à epidemia do vírus ebola

Agência Brasil

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu ontem (25) que foi lenta para responder à epidemia do ebola e que isso deve servir de lição para o futuro.

Na abertura da reunião de emergência para reestruturação do combate à doença, a diretora da OMS, Margaret Chan, estimou que, apesar de uma pausa na evolução da epidemia, não há "espaço para complacência". Acrescentou que o progresso contra a doença pode ser rapidamente perdido.

Reafirmando que a OMS foi lenta no controle da epidemia, ela apelou para uma maior mobilização da organização.

"A África Ocidental foi confrontada com sua primeira experiência do vírus. O mundo e a OMS têm sido lentos para obsevar o que estava ocorrendo à nossa frente", afirmou Margaret Chan aos delegados da organização, que participam da terceira reunião urgente da história da entidade.

"A tragédia do ebola ensinou o mundo inteiro, incluindo a OMS, a prevenir-se contra a situação no futuro", salientou, afirmando que "o mundo imprevisível dos micróbios reserva surpresas".

Para a diretora, "o mundo não deverá ser apanhado de surpresa". Ela também pediu maior vigilância mundial sobre a doença e mais recursos financeiros para combater o ebola.

Depois de detetado, em dezembro de 2013, mais de nove mil pessoas morreram por causa da doença. A maioria dos casos ocorreu na Libéria, Guiné e em Serra Leoa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)