Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/06/2007 18:49

Odilon discute presídio federal com OAB na terça-feira

Campo Grande News/Marta Ferreira

O juiz federal Odilon de Oliveira, que é corregedor do presídio federal de Campo Grande vai se reunir na próxima terça-feira com a diretoria da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

O magistrado informou ao Campo Grande News que a reunião tem como “pauta geral” a atuação dos profissionais do Direito junto aos clientes que estão na penitenciária federal. Segundo o juiz, alguns advogados não estão habituados às regras mais rígidas da unidade penal, como a passagem por pelo menos três detectores de metal.

Odilon informou que a reunião também deverá tratar de um outro incômodo relacionado ao presídio, que é a falta de estacionamento adequado. Segundo ele, vão ser discutidas formas para que esse problema seja equacionado.

Celas para advogados - Aproveitando a reunião, conforme o juiz, deverá ser discutida, ainda, a criação de salas especiais para a prisão de advogados, que, legalmente, têm direito a acomodações diferenciadas. A questão veio à tona durante a operação Xeque-Mate, em que profissionais da área foram presos e não havia onde coloca-los.

Segundo Odilon de Oliveira, o Estatuto da OAB prevê que sejam construídas salas para abrigar os advogados, mas no Estado elas não existem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)