Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/09/2007 08:00

OCDE: Brasil é o país que menos investe em educação,

Wellton Máximo/ABr

Brasília - O Brasil investe pouco em educação e distribui mal aquilo que gasta. A conclusão está no relatório Educação num Olhar 2007, divulgado hoje (18) pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). De 36 países desenvolvidos e em desenvolvimento pesquisados pela entidade, o Brasil é o que menos emprega recursos para a área.

Em relação ao gasto por estudante, o país ficou em último lugar, com US$ 1.303 investidos por ano. A quantia equivale a 17,2% da média dos gastos dos países da OCDE, de US$ 7.572 anuais por aluno, e representa pouco mais de um décimo do investido pelos Estados Unidos, que lideram a lista com US$ 12.082. O Chile, único país sul-americano além do Brasil incluído no levantamento, investe US$ 2.864 e ficou em 32º lugar.

No caso do Brasil, o estudo revela ainda disparidades no gasto conforme os níveis de ensino. Segundo o relatório, o país foi o que apresentou a maior diferença entre os gastos na educação básica e no nível superior. Nos gastos por aluno no ensino médio, o Brasil está em último lugar, com US$ 1.033, e em penúltimo nos investimentos em ensino fundamental, com US$ 1.159, à frente apenas da Turquia.


As universidades brasileiras, no entanto, vivem situação bem diferente. O investimento brasileiro é de US$ 9.019 por estudante, o suficiente para garantir a 18ª posição na lista da OCDE, ao lado de nações desenvolvidas como a Espanha (US$ 9.378) e a Irlanda (US$ 10.211).


A quantia inclusive supera os gastos por universitário na Nova Zelândia, na Itália e em Portugal. O Brasil investe mais nessa área que a Coréia do Sul, onde é de US$ 7.095 o desembolso anual por aluno no nível superior.

Na comparação dos gastos com a riqueza do país, o Brasil aplica apenas 3,9% do Produto Interno Bruto (PIB) na educação, o suficiente para estar à frente da Rússia (3,6%) e da Grécia (3,4%), os últimos colocados. Quem lidera o ranking é Israel, onde os investimentos em educação chegam a 8,3% do PIB, seguido pela Irlanda (8%).

O estudo mostrou ainda a baixa qualificação da população do país: 57% dos brasileiros com 25 a 64 anos só têm até o nível primário. Apenas a Turquia, com 63%, e Portugal, com 59%, apresentam índices piores. Entre os países pesquisados, o Brasil também foi o que apresentou o menor percentual de estudantes no ensino superior (8%). No Canadá, que ficou em primeiro lugar, os universitários chegam a 46% da população.

Procurado pela Agência Brasil, o Ministério da Educação informou que o responsável por comentar a pesquisa não estava em Brasília.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)