Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/06/2010 08:52

Obesidade pode triplicar risco de derrame em mulheres

Reuters/ Estadão

O aumento da obesidade entre mulheres entre 30 e 50 anos pode ter triplicado as taxas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) nas últimas décadas. É o que aponta um estudo da Universidade Southern California, em Los Angeles.

Em uma análise prévia de dados sobre derrame nos EUA, entre 1999 e 2004, pesquisadores descobriram que mulheres de 45 a 54 anos tinham duas vezes mais chance de sofrer um AVC do que homens da mesma faixa etária.

A partir desses dados, Amytis Towfighi e colegas da universidade resolveram estudar se o fato representava uma tendência real e, em caso positivo, se poderiam revelar explicações.

Os pesquisadores analisaram informações de cerca de 10 mil homens e mulheres, a partir de exames do National Health and Nutrition. As informações foram coletadas em fatias representativas da população americana em dois momentos: de 1988 a 1994 e de 1999 a 2004.

Os autores do trabalho não encontraram nenhuma diferença significativa nas taxas de acidente vascular cerebral entre homens (0,9%) e mulheres (0,6%) no primeiro período. No entanto, uma diferença surgiu na fase posterior, quando o número de mulheres que relataram ter sofrido um derrame saltou para 1,8%, enquanto a taxa entre os homens continuou igual.

A descoberta desafia o pensamento tradicional de que os homens têm maiores chances de sofrer um AVC que as mulheres, segundo disseram os pesquisadores no periódico 'Stroke'.

Na tentativa de decifrar o que pode ter contribuído para a tendência ascendente em curso entre as mulheres, eles viram que as do segundo período tinham mais chances de ser obesas, ter pressão arterial alta e níveis elevados de gorduras nocivas ao sangue (triglicérides), em comparação às mulheres da primeira fase analisada.

Mais do que as mulheres no período de tempo mais tarde, foram também sobre a pressão arterial e os medicamentos hipolipemiantes, refletindo os esforços para melhorar o controle dos fatores de risco para AVC nos últimos anos.

"A epidemia da obesidade provavelmente contraria muitos dos avanços e medidas de prevenção em curso", disse Towfighi à Reuters.

O conselho para evitar um AVC é ter um estilo de vida saudável: praticar exercícios físicos regularmente, manter um peso normal, comer frutas e verduras, não fumar e beber álcool com moderação.

O presidente eleito da American Heart Association (AHA), Ralph Sacco, que não participou do estudo, concorda. "Nunca é tarde para começar a comer direito e aumentar a atividade física em nossa rotina diária."

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)