Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

13/04/2013 15:18

OAB/MS lança campanha de valorização de honorários

OAB/MS

A fixação de honorários mais dignos para os advogados e a defesa nos casos de tentativas de aviltamento das verbas devidas aos profissionais de Direito são as frentes de trabalho que a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul, estabeleceu para a campanha “OAB/MS na Luta por Honorários Advocatícios mais Justos”, lançada nessa quinta-feira (11). O evento que marca a estratégia de atuação da Seccional contou com a presença do vice-presidente do Conselho Federal da Ordem, Cláudio Pacheco Prates Lamachia, que coordena a campanha da Ordem em todo o Brasil.

“Unificamos hoje essa bandeira que representa nossa maior premissa: a luta pela defesa das prerrogativas dos advogados. Agora seremos cerca de 900 mil advogados que vão dar mais peso na luta de valorização do nosso trabalho. A remuneração justa garante um atendimento de qualidade ao jurisdicionado e uma Justiça mais eficaz”, disse o presidente da OAB/MS, Júlio Cesar Souza Rodrigues. No lançamento, a Seccional anunciou a nova ferramenta de registro de denúncia de fixação de honorários irrisórios. O canal SOS Honorários é um serviço gratuito, oferecido no site da instituição, que pretende dar resposta imediata nos casos de violação e aviltamento dos valores pagos para os profissionais da classe.

Para Cláudio Lamachia, Mato Grosso do Sul é exemplo para o País. A iniciativa de lançar a campanha e compor as ações do Conselho Federal demonstra a preocupação dos advogados sul-mato-grossenses pela dignidade no exercício da profissão. “Aviltar os honorários é aviltar a cidadania. Quando se enfraquece o advogado, estamos, na verdade, enfraquecendo a própria sociedade. Somos indispensáveis na administração da Justiça e na garantia da cidadania. Isso só se faz com um advogado valorizado”, aponta Lamachia.

A campanha nacional foi lançada no dia 3 de abril, com Lamachia na coordenação das atividades que devem ser realizadas em todo o Brasil. No lançamento em Campo Grande (MS), o vice-presidente anunciou, entre as medidas já conquistadas, a decisão da Corregedoria Nacional de Justiça de pagamento direto dos honorários aos advogados e não para o cliente, que até então recebia o valor e repassava ao profissional que defendeu sua causa. A determinação do corregedor, o ministro Francisco Falcão, foi anunciada nessa quinta ao presidente nacional da OAB, e atende pleito do Conselho Federal.

O presidente da Comissão de Fiscalização de Honorários Advocatícios, Ricardo Trad Filho, a frente da campanha em MS defende a equiparação da fixação de honorários contratuais e sucumbenciais ao pagamento de salários para a classe. “Nosso trabalho é a defesa do patrimônio, da vida, da liberdade e da honra das pessoas e por isso nosso trabalho tem valor”, diz o advogado.

A cerimônia de lançamento em Campo Grande (MS) contou ainda com a presença do conselheiro federal Carlos Marques, presidentes e membros das Comissões da OAB/MS, presidentes das Subseções do interior e a diretoria da OAB/MS, composta pelo vice-presidente André Luis Xavier Machado, o secretário-geral Denner de Barros e Mascarenhas Barbosa, o secretário-geral adjunto Jully Heyder da Cunha Souza e o diretor tesoureiro Jayme Neves Neto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
07:30
Loterias
Sexta, 24 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)