Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/05/2013 16:18

OAB/MS consegue tirar de pauta do TJ/MS o fechamento de três comarcas no Estado

OAB/MS

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS) conseguiu retirar da pauta do pleno do Tribunal de Justiça do Estado (TJ/MS), prevista para o dia 15, o fechamento das comarcas de Angélica, Dois Irmãos do Buriti e Deodápolis. O TJ/MS ainda concedeu prazo de 30 dias para argumentação técnica e manifestação das prefeituras e entidades civis, via Seccional, para apresentar ao Governo do Estado solicitação de manutenção das comarcas.

“Nosso pleito não é político ou apenas em nome dos advogados, mas em prol da cidadania, do atendimento dos jurisdicionados desses municípios”, diz o presidente da OAB/MS, Júlio Cesar Souza Rodrigues. Além dos dados de Angélica, Dois Irmãos e Deodápolis, a Ordem pretende apresentar as justificativas técnicas para manutenção das comarcas de Anastácio, Batayporã, Itaporã e Rio Negro, que foram apontadas pelo TJ/MS como sendo as próximas analisadas para desativação. “São quase 100 mil habitantes, levando em consideração os sete municípios”, complementa Júlio Cesar. A argumentação técnica vai reunir dados como extensão territorial e população, eleitores, receita tributária, movimento forense, adesão ao Programa de Proteção à Criança e Adolescente, existência de Polícia Civil e Militar, estrutura física do Fórum no município e implicações sociais que possam ocorrer com a desativação das comarcas.

O TJ/MS aponta os gastos elevados para justificar a desativação. As comarcas de Angélica, Dois Irmãos e Deodápolis, por exemplo, representam um custo de R$ 4,5 milhões, com retorno de arrecadação de R$ 518 mil. “Seria apenas uma medida provisória em função dos altos custos”, alega o presidente do TJ/MS, o desembargador Joenildo de Souza Chaves.

Para o presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Douglas Figueiredo, a argumentação financeira não pode ser analisada isoladamente. “Tivemos queda de 40% no repasse aos municípios pelo governo federal pelo Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e mesmo assim conseguimos garantir os serviços básicos. Muitos diminuíram até os investimentos para manter o atendimento à população no que ela mais precisa. E o atendimento da Justiça é prioridade, principalmente para as comunidades carentes que não podem se deslocar a outros municípios em busca de atendimento”, diz Douglas.

A reunião contou com representantes dos sete municípios e do poder Legislativo do Estado. Pela OAB/MS, estiveram presentes ainda o vice-presidente André Luiz Xavier Machado, o secretário-geral adjunto, Jully Heyder, e o diretor-financeiro, Jayme Neves Neto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)