Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

26/09/2013 09:54

OAB teme que pane "suma" com cerca de 250 mil processos na Justiça

Campo Grande News/ Aliny Mary Dias

A manutenção do SAJ (Sistema de Automação do Judiciário), ferramenta usada na digitalização dos processos do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) começou na segunda-feira (23) e deve se estender até amanhã. Diante dos processos parados, a OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul) teme que todos os cerca de 250 mil processos digitalizados tenham sido perdidos.

Conforme divulgou o Tribunal ontem (25), o prazo de dispensa dos funcionários e de manutenção do sistema teve que ser estendido para a amanhã porque os problemas do sistema não foram resolvidos a tempo.

O sistema de consultas processuais saiu do ar no fim de semana passado e os servidores foram dispensados. O Fórum da Capital passou a funcionar em regime de plantão.

Apesar do TJ garantir que os dados dos processos não correm risco, o secretário-geral adjunto da OAB, Jully Heyder, admite que o órgão teme que os dados possam se perder. “É um medo que nós temos. Ontem nos deram a posição que os dados estão íntegros, mas nada nos garante que isso possa acontecer outras vezes”, afirma.

O medo do advogado tem motivo. Segundo Jully Heyder, desde que foi implantado na Justiça de Campo Grande, há cerca de 3 anos, o sistema sempre apresentou problemas e instabilidade. Alguns processos não podiam ser consultados e peças de outros não eram reconhecidas.

A situação se agravou na última manutenção feita pela Softplan, empresa responsável pelo SAJ. O advogado explica que uma atualização do sistema foi criada, mas que após a migração dos dados, eles foram corrompidos e os processos não puderam ser consultados.

“Era um temos nosso e do Tribunal de Justiça que tudo tivesse sido perdido. O pior é que essa situação repercuta para os usuários e causa insegurança”, completa.

Sobre os prejuízos com uma semana sem trabalhos no Fórum da Capital, o representante da OAB diz que os impactos só poderão ser calculados por meio de levantamentos nos cartórios. “Podemos garantir que é um prejuízo enorme tanto financeiro, quanto para o Judiciário e para a prestação da Justiça”, explica Jully Heider.

Plantão – Diante da manutenção, os trabalhos no Tribunal só devem voltar na próxima segunda-feira. Em casos de urgência, o telefone para atendimento no plantão cível é o 8478-2214. Já para atendimento no plantão criminal, o telefone é o 8467-9231.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)