Cassilândia, Sexta-feira, 28 de Abril de 2017

Últimas Notícias

10/06/2014 10:03

OAB também quer suspensão de concurso da Sefaz

Correio do Estado

A Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul (OAB-MS) ajuizou uma ação civil pública para pedir a suspensão do concurso público de provas da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) para provimento dos cargos de fiscal de renda e de agente tributário. Na ação, a ordem pede uma liminar para garantir a suspensão do concurso imediatamente, conforme matéria de hoje (10) do jornal Correio do Estado.

O pedido de liminar feito pela ordem é uma continuação de ação que chegou a ser movida pelo Ministério Público Estadual pedindo a suspensão da prova. Depois de ajuizar a ação, o MPE desistiu. O juiz da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira, acionou a OAB-MS para ver se a instituição gostaria de assumir o processo.

A ação do MPE questionava o fato de o próprio governo do Estado organizar o concurso, além de querer saber quem era a banca examinadora. Para a OAB-MS, a contratação da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura não altera o cenário. “Pretende-se exigir do Poder Público a realização de novo certame, para que seja totalmente envolto na transparência e na lisura almejadas”, diz um trecho do pedido, protocolado na sexta-feira. A reportagem é de Patrícia Belarmino.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 27 de Abril de 2017
13:24
Cassilândia
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
06:20
Copa do Brasil
06:11
Loteria
Quarta, 26 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)