Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/06/2014 10:03

OAB também quer suspensão de concurso da Sefaz

Correio do Estado

A Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul (OAB-MS) ajuizou uma ação civil pública para pedir a suspensão do concurso público de provas da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) para provimento dos cargos de fiscal de renda e de agente tributário. Na ação, a ordem pede uma liminar para garantir a suspensão do concurso imediatamente, conforme matéria de hoje (10) do jornal Correio do Estado.

O pedido de liminar feito pela ordem é uma continuação de ação que chegou a ser movida pelo Ministério Público Estadual pedindo a suspensão da prova. Depois de ajuizar a ação, o MPE desistiu. O juiz da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira, acionou a OAB-MS para ver se a instituição gostaria de assumir o processo.

A ação do MPE questionava o fato de o próprio governo do Estado organizar o concurso, além de querer saber quem era a banca examinadora. Para a OAB-MS, a contratação da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura não altera o cenário. “Pretende-se exigir do Poder Público a realização de novo certame, para que seja totalmente envolto na transparência e na lisura almejadas”, diz um trecho do pedido, protocolado na sexta-feira. A reportagem é de Patrícia Belarmino.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)