Cassilândia, Quinta-feira, 25 de Maio de 2017

Últimas Notícias

01/04/2014 07:50

OAB suspende diretores "biônicos" e nomeia "tesoureiro" para Júlio Cesar

Campo Grande News

O Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) aprovou, por unanimidade, anular as nomeações dos diretores "biônicos" feitos na sexta-feira pelo presidente da seccional de Mato Grosso do Sul, Júlio Cesar Souza Rodrigues, e nomear um conselheiro federal para coordenar a parte financeira da instituição. A medida, que vale até a próxima segunda-feira, é praticamente uma intervenção na OAB/MS e entrou em vigor na tarde de hoje.

Veja Mais
› Organizada pela OAB/MS, caminhada em defesa da mulher fracassa
› OAB reúne 3 pedidos de intervenção e dá 5 dias para Júlio Cesar responder

A diretoria da OAB decidiu intervir e suspender as nomeações feitas na sexta-feira (28) dos quatro novos diretores da OAB-MS: José Belga Assis Trad (vice-presidente), Gustavo Tolentino (secretário-geral), Diego Nemo Marcondes (Tesoureiro) e Luiz Carlos Saldanha (secretário-adjunto).

A partir de hoje, Júlio Cesar deixa de ter o controle das finanças da entidade, já que terá que assinar todos os documentos junto com o conselheiro federal Pedro Paulo Guerra de Medeiros (GO), nomeado hoje para atuar como coordenador de despesas in locu.

De acordo com o secretário geral da diretoria, Cláudio Pereira de Souza Neto, as decisões ficarão suspensas até a realização da sessão extraordinária do Conselho Pleno Federal da OAB convocada para o dia 7 de abril. Na próxima segunda-feira, a OAB analisa, em assembleia extraordinária, três pedidos de intervenção e a convocação de novas eleições em 50 dias na OAB/MS.

A decisão é mais uma derrota de Júlio Cesar, que colocou a entidade na mais grave crise da sua história. Tudo começou com um contrato sem licitação e firmado em regime de urgência, num intervalo de 24 horas, com o prefeito cassado Alcides Bernal (PP). Até a Justiça já cancelou o contrato e o presidente da OAB/MS recorreu contra a sentença.

Ele perdeu o apoio dos atuais diretores e a crise ganhou contornos irreversíveis com a renúncia de 81 membros, incluindo-se quatro dos cinco diretores.

Júlio Cesar já está sob vigilância da OAB nacional desde meados do mês, quando foram enviados quatro conselheiros ao Estado para acompanhar pessoalmente a crise na instituição.

A oposição e os ex-diretores comemoraram a decisão de hoje.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 25 de Maio de 2017
Quarta, 24 de Maio de 2017
14:40
Cassilândia
13:00
Dicas de segurança
10:00
Receita do Dia
Terça, 23 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)