Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/04/2014 07:50

OAB suspende diretores "biônicos" e nomeia "tesoureiro" para Júlio Cesar

Campo Grande News

O Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) aprovou, por unanimidade, anular as nomeações dos diretores "biônicos" feitos na sexta-feira pelo presidente da seccional de Mato Grosso do Sul, Júlio Cesar Souza Rodrigues, e nomear um conselheiro federal para coordenar a parte financeira da instituição. A medida, que vale até a próxima segunda-feira, é praticamente uma intervenção na OAB/MS e entrou em vigor na tarde de hoje.

Veja Mais
› Organizada pela OAB/MS, caminhada em defesa da mulher fracassa
› OAB reúne 3 pedidos de intervenção e dá 5 dias para Júlio Cesar responder

A diretoria da OAB decidiu intervir e suspender as nomeações feitas na sexta-feira (28) dos quatro novos diretores da OAB-MS: José Belga Assis Trad (vice-presidente), Gustavo Tolentino (secretário-geral), Diego Nemo Marcondes (Tesoureiro) e Luiz Carlos Saldanha (secretário-adjunto).

A partir de hoje, Júlio Cesar deixa de ter o controle das finanças da entidade, já que terá que assinar todos os documentos junto com o conselheiro federal Pedro Paulo Guerra de Medeiros (GO), nomeado hoje para atuar como coordenador de despesas in locu.

De acordo com o secretário geral da diretoria, Cláudio Pereira de Souza Neto, as decisões ficarão suspensas até a realização da sessão extraordinária do Conselho Pleno Federal da OAB convocada para o dia 7 de abril. Na próxima segunda-feira, a OAB analisa, em assembleia extraordinária, três pedidos de intervenção e a convocação de novas eleições em 50 dias na OAB/MS.

A decisão é mais uma derrota de Júlio Cesar, que colocou a entidade na mais grave crise da sua história. Tudo começou com um contrato sem licitação e firmado em regime de urgência, num intervalo de 24 horas, com o prefeito cassado Alcides Bernal (PP). Até a Justiça já cancelou o contrato e o presidente da OAB/MS recorreu contra a sentença.

Ele perdeu o apoio dos atuais diretores e a crise ganhou contornos irreversíveis com a renúncia de 81 membros, incluindo-se quatro dos cinco diretores.

Júlio Cesar já está sob vigilância da OAB nacional desde meados do mês, quando foram enviados quatro conselheiros ao Estado para acompanhar pessoalmente a crise na instituição.

A oposição e os ex-diretores comemoraram a decisão de hoje.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)