Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/09/2008 07:37

OAB quer auditoria no sistema de segurança das urnas

Agência Brasil

Brasília - A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) encaminhou ontem (22) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedido, apresentado por parlamentares, para que ela faça auditoria no sistema de criptografia inserido nas urnas eletrônicas nas próximas eleições. Com a análise, a entidade pretende obter garantias de que o módulo criptográfico usado nas urnas é imune a fraudes.

No ofício enviado ao presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, o presidente da OAB, Cezar Britto, afirma que é grande a preocupação com a segurança usada nas urnas. Isso porque, assinala, o sistema de criptografia é elaborado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin). O órgão, destaca a OAB, está sob suspeita, após o suposto envolvimento com escutas telefônicas ilegais.

A proposta de auditoria no sistema de criptografia - conjunto de conceitos e técnicas que visa a codificar uma informação de forma que só o emissor e o receptor possam acessá-la, evitando que um intruso consiga interpretá-la – foi apresentada à OAB pelos deputados Gustavo Fruet (PSDB-PR), Vanderlei Macris (PSDB-SP) e Raul Jungmann (PPS-PE), integrantes da CPI dos Grampos.

De acordo com o presidente da OAB, o deputado Fruet chegou a cogitar a possibilidade de pedir a exclusão do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento para a Segurança nas Comunicações, órgão ligado à Abin, do processo de preparo das urnas eletrônicas. No entanto, os três parlamentares preferiram acionar a OAB para que ela faça a auditoria, antes de tomar qualquer outra medida.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)