Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

16/09/2009 17:39

OAB pede suspensão de concurso com 28,8 mil inscritos

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News

A OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul), junto com o MPE (Ministério Público Estadual), ingressou com pedido de liminar para suspender o concurso público do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Os 28,8 mil inscritos farão as provas neste domingo.

Segundo o presidente da OAB/MS, Fábio Trad, o edital não reservou vagas para portadores de deficiência, o que é considerado ilegal. Na ação civil pública, a promotora da Cidadania, Sara Francisco Silva, pede a reabertura das inscrições para a inclusão dos deficientes.

O Ismac (Instituto Sul-mato-grossense dos Cegos Florisvaldo Vargas) afirmou que houve violação dos princípios da igualdade de oportunidade. Os portadores de deficiência são obrigados a se submeteram a avaliação prévia pela Junta Médica Oficial para se inscreverem no concurso.

Os cargos disponibilizados são para técnico de nível superior, com remuneração de R$ 3.229,65; analista judiciário, com vencimento de R$ 2.482,40 e auxiliar judiciário, com vencimento de R$ 1.408,00. As vagas são destinadas para a formação de cadastro de reserva para atuação na Secretaria do Tribunal de Justiça e comarcas do Estado.

A assessoria do TJ/MS informou que o processo está normal, já que, por enquanto, não houve manifestação da Justiça sobre o cancelamento do certame.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)