Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/09/2009 17:39

OAB pede suspensão de concurso com 28,8 mil inscritos

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News

A OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul), junto com o MPE (Ministério Público Estadual), ingressou com pedido de liminar para suspender o concurso público do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Os 28,8 mil inscritos farão as provas neste domingo.

Segundo o presidente da OAB/MS, Fábio Trad, o edital não reservou vagas para portadores de deficiência, o que é considerado ilegal. Na ação civil pública, a promotora da Cidadania, Sara Francisco Silva, pede a reabertura das inscrições para a inclusão dos deficientes.

O Ismac (Instituto Sul-mato-grossense dos Cegos Florisvaldo Vargas) afirmou que houve violação dos princípios da igualdade de oportunidade. Os portadores de deficiência são obrigados a se submeteram a avaliação prévia pela Junta Médica Oficial para se inscreverem no concurso.

Os cargos disponibilizados são para técnico de nível superior, com remuneração de R$ 3.229,65; analista judiciário, com vencimento de R$ 2.482,40 e auxiliar judiciário, com vencimento de R$ 1.408,00. As vagas são destinadas para a formação de cadastro de reserva para atuação na Secretaria do Tribunal de Justiça e comarcas do Estado.

A assessoria do TJ/MS informou que o processo está normal, já que, por enquanto, não houve manifestação da Justiça sobre o cancelamento do certame.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)