Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/03/2014 14:53

OAB nacional julga liminar sobre afastamento de Júlio Cesar em 20 dias

Campo Grande News

O secretário-geral adjunto da secional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS), Jully Heyder, informou há pouco que o pedido de liminar para afastamento do presidente da entidade, Júlio Cesar de Souza Rodrigues, deve ser julgada na próxima sessão do Conselho Federal, daqui a 20 dias. A reunião do Conselho Federal, composto por 81 conselheiros (três de cada Estado), acontecerá novamente em Brasília.

Segundo ele, a liminar seria julgada ontem, mas houve adiamento em razão de o relator do processo pela intervenção na OAB-MS ter deixado de analisá-la. “O relator não relatou se era o caso de liminar ou não. Um conselheiro de São Paulo levantou preliminar nesse sentido, sugerindo que se tirasse de pauta a liminar para que o relator avalie esse pedido”, explicou Jully.

Aproveitando-se dessa circunstância, o presidente da OAB-MS, presente na sessão do Conselho Federal, ocupou a tribuna e também alertou que não tinha sido notificado a se defender do pedido de liminar, que visa seu afastamento do cargo.

Com isso, o Conselho Federal resolveu tirar a liminar da pauta e apenas referendar a decisão anterior, da Diretoria da OAB nacional, que havia indicado o observador Miguel Ângelo Sampaio Cançado, de Goiás, e uma comissão, formada por três membros, para analisar a situação da crise na Diretoria da OAB-MS. “Então os conselheiros só confirmaram que o observou e comissão virão para acompanhar a próxima sessão do Conselho da OAB-MS”, informou o secretário-geral adjunto.

Jully Heyder garante que a intervenção na OAB-MS ainda está em pauta, bem como a concessão de liminar para afastar Júlio Cesar. “Estamos lutando para que o Conselho Federal compreenda a extensão do nosso problema aqui. E tenho certeza que vai compreender”, afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)