Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/07/2007 07:10

OAB-MS vai ao CNJ contra juiz que negou acesso aos autos

Conselho Federal da OAB

Campo Grande (MS), 17/07/2007 – A Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Mato Grosso do Sul decidiu entrar com representação contra um juiz da 2ª vara da Comarca de Cassilândia e contra o delegado da Polícia Civil da cidade por terem impedido advogados de tirar cópias do inquérito policial nº 98/97, que determinou a prisão temporária de sua cliente, I.V.R.de S. Ela, que é servidora da Prefeitura de Cassilândia e responsável por licitações que estão sob investigação pela Justiça, teve a prisão temporária decretada, mas seus advogados não tiveram acesso a qualquer informação sobre a prisão. A representação contra o magistrado será feita pela OAB-MS ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a referente ao delegado será endereçada à Corregedoria de Polícia Civil.

A autorização para que os dois advogados pudessem a retirar cópias do inquérito policial nº 98/97 foi dada pela Seção Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, ao examinar mandado de segurança interposto pelos advogados contra atos praticados pelo juiz e o delegado da Polícia Civil. Eles também haviam negado aos dois profissionais da advocacia o fornecimento de cópias do pedido de prisão temporária e da sentença.

“A ilegalidade da atitude do juiz e do delegado que proibiram aos advogados o acesso aos autos de investigação foi reconhecida pelo próprio Tribunal de Justiça, de maneira que a OAB-MS, em defesa das prerrogativas da advocacia, representará contra o delegado e o magistrado às instâncias competentes e baterá às portas do CNJ requerendo providências”, afirmou o presidente da OAB-MS, Fábio Trad. “Atitude como essa releva inclinação arbitrária, uma vez que o Supremo já pacificou a matéria e a Constituição Federal determina que o advogado exerça a ampla defesa”, acrescentou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)