Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/05/2007 17:53

OAB-GO quer apuração de denúncias sobre Exame de Ordem

OAB/GO

O presidente da OAB-GO, Miguel Ângelo Cançado, espera que sejam devidamente apurados os fatos envolvendo integrantes da Comissão de Estágio e Exame de Ordem e funcionários da Seccional Goiana em fraudes no Exame de Ordem. Ele falou sobre o assunto em entrevista coletiva hoje na sede administrativa da OAB-GO, em Goiânia. A Polícia Federal em Goiás deflagrou na madrugada deste sábado, 12, a chamada operação Passando a Limpo com o objetivo de investigar fraudes no Exame de Ordem. A Operação teve início por solicitação da própria OAB-GO e de denúncias de irregularidades que chegaram até a Seccional.

"A Ordem é a primeira a provocar este tipo de investigação", disse o presidente. "Todas as vezes que recebemos denúncia neste sentido acionamos a Polícia Federal e nós temos conosco um expediente da PF, resultado de uma investigação feita por ela, concluindo que não havia irregularidades no Exame". Miguel Ângelo Cançado destaca que os fatos precisam ser apurados e a Ordem vai contribuir com toda a investigação. “A OAB-GO quer que as denúncias sejam apuradas”, afirma o presidente.

Em virtude destas ações, a OAB-GO suspendeu a realização da prova prático-profissional do Exame de Ordem que seria aplicada neste domingo, 13. A OAB-GO entende que a seriedade e a lisura com que devem ser tratados todos os assuntos que a ela digam respeito impõem o cancelamento da prova neste domingo.

Amanhã, 13, às 18h, o Conselho Seccional OAB-GO realizará sessão extraordinária para discutir o assunto.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)