Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/05/2005 14:43

OAB: Exame não pode ser válvula de escape

OAB

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Roberto Busato, criticou hoje (13) a proliferação das faculdades de Direito de baixa qualidade no País e a busca incessante do lucro pela maioria delas, condenando o que chamou de "indústria do diploma" no Brasil. "A ganância da indústria do ensino se tornou em nosso País uma realidade abominável, que compromete a qualidade do nosso mercado de trabalho e, por extensão, gera danos consideráveis à cidadania e à distribuição de Justiça". Segundo Busato, "o Exame de Ordem não pode se transformar uma válvula de escape para a péssima qualidade do ensino jurídico no Brasil".

"Sem mão-de-obra qualificada, como supor o aprimoramento da prestação jurisdicional no País, meta fundamental da reforma do Judiciário ?", questionou o presidente da OAB. Ele observou que o reflexo direto da má formação oferecida por muitas faculdades são advogados e magistrados ruins, despreparados para exercer a profissão.

"Trata-se de recompor os alicerces da profissão, corroídos pela voracidade dos mercadores do ensino, comprometidos tão somente com lucros fáceis, desconhecedores do sentido missionário da educação e do Direito", afirmou Roberto Busato. Em relação ao crescimento exagerado do número de faculdades e cursos jurídicos no Brasil, o presidente nacional da OAB lembrou que "quantidade sem qualidade gera apenas tumulto e resulta em descrédito".

Busato está no Mato Grosso do Sul participando do Encontro Regional de Presidentes de Seccionais das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)