Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/10/2007 14:24

OAB defende divórcio mais ágil durante audiência

O conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) pelo Mato Grosso do Sul, Lúcio Flávio Sunakozawa, defendeu a redução de dois para um ano de separação de fato e de direito o prazo de autorização para o divórcio. “O posicionamento da Ordem é no sentido de agilizar o processo; daí concordar com a modificação na Constituição Federal porque, além de agilizar os processos, resolvem problemas litigiosos que estão abarrotando as prateleiras dos tribunais”, afirmou Sunakozawa, durante audiência pública realizada ontem (17) na Câmara dos Deputados, em Brasília, pela Comissão Especial que discute a redução do prazo prevista na PEC (Proposta de Emenda Constitucional) n° 22, modificando os termos do artigo 226, parágrafo 6º, da Constituição Federal.

O advogado sul-mato-grossense foi designado pelo presidente nacional da OAB, Cezar Britto, a representar a entidade no debate. “Entendemos que a questão temporal do divórcio não deve ser regulamentada na Constituição, até porque viola os princípios da dignidade humana e da intimidade das pessoas”, afirmou Sunakozawa. Hoje, a lei exige no mínimo dois anos para que alguém se divorcie, desde que esteja separado de fato. A medida constitucional uniformizará o prazo para divórcio em um ano após separação de fato ou judicial.

A audiência foi promovida pela Comissão Especial criada pela Presidência da Câmara dos Deputados para tratar do assunto, presidida pelo deputado José Carlos Araújo e que tem como relator o deputado Joseph Bandeira. Participaram também da audiência os deputados Sérgio Barradas Carneiro, Luciana Genro e Maria Lúcia Cardoso. A Procuradoria Geral da República foi representada pelo procurador José Britto e o encontro contou ainda com a presença da desembargadora Maria Berenice, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.



OAB

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)