Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/11/2005 15:31

OAB coleta dados de CPIs para avaliar impeachment

A CPI dos Bingos e o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados colocaram-se hoje inteiramente à disposição da comissão do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil que está coletando informações sobre os crimes de corrupção em investigação no Congresso, franqueando-lhe arquivos, depoimentos e dados levantados até o momento. Presidida pelo conselheiro federal da OAB Orlando Maluf Haddad (SP), a comissão reuniu-se com o presidente e relator da CPI dos Bingos, senadores Efraim Morais (PFL-PB) e Garibaldi Alves (PMDB-RN), respectivamente, e com o presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado Ricardo Izar (PTB-SP).

A comissão da OAB – formada ainda pelos conselheiros federais Mário Lúcio Quintão (MG), Cezar Bittencourt (RS), Marcelo Bravo (AL) e Amauri Serralvo (DF) – foi constituída durante a última sessão plenária da entidade para examinar proposta de Ação de Impedimento (impeachment) contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, apresentada pela conselheira Elenice Carlle (MS). Durante a sessão, foi decidido também que a comissão trababalha junto às CPIs que investigam as denúncias de corrupção para levantar o que já foi apurado em relação ao presidente da República, com vistas a subsidiar o relatório sobre a proposta do impeachment.

“Fomos recebidos muito bem, de uma forma cordial e aberta pelos dirigentes da CPI dos Bingos e o Conselho de Ética da Câmara colocaram à nossa disposição quaisquer depoimentos e documentos, mas não há ainda nessas duas instâncias nada com relação direta ao presidente da República nas provas colhidas até o momento”, informou o conselheiro Maluf Haddad. Ele observou que em todos os contatos, a decisão da OAB de examinar a questão, buscando antes municiar-se dos levantamentos realizados pelas investigações parlamentares, tem sido louvada pelos parlamentares. Os senadores e o deputado Izar destacaram a “responsabilidade e a isenção da OAB” no trato do assunto, lembrando o papel de destaque da entidade na sociedade civil brasileira.

O conselheiro adiantou que a comissão está procurando manter um contato ainda hoje com o presidente e relator da CPI dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MT) e deputado Oscar Serraglio (PMDB-PR), respectivamente. Para o conselheiro da OAB, na CPI dos Correios “há maior possibilidade de existência de informações que relacionem os atos apurados com o comportamento do presidente da República”. Ele acrescentou que “a missão da comissão é poder coletar com toda isenção possível e com toda ponderação eventuais provas, se existirem, que demonstrem o ensejo do pedido de impeachment, conforme o requerimento apresentado pela conselheira Elenice Carille”.

Segundo Orlando Maluf Haddad, os resultados dos contatos mantidos com as CPIs e o Conselho de Ética da Câmara, bem como outras instituições que serão procuradas, vão ser levados ao relator da matéria no Conselho Federal da OAB, conselheiro Sérgio Ferraz (AC), e será feito um relato também à próxima sessão do Pleno da entidade, no próximo dia 5. Mas, conforme ressaltou, qualquer parecer sobre o pedido de impeachment somente será debatido pelo Conselho Federal da OAB se forem levantadas provas concretas sobre envolvimento direto do presidente da República nos atos de corrupção em investigação

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)