Cassilândia, Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

10/02/2010 06:48

OAB acompanhará nesta quarta votação de projeto que altera horário de funcionamento dos Fóruns

OAB


Em função da tramitação de Projeto de Lei que poderá reduzir o horário de funcionamento dos Fóruns da Justiça Estadual, a Diretoria Executiva e Conselheiros da OAB/MS estarão na Assembléia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (10.02), acompanhando a discussão e votação da matéria.

Assumindo posição contraria à redução do horário de funcionamento dos Fóruns, a OAB levará sua preocupação aos Deputados Estaduais, vez que entende que tal medida, se implementada, prejudicará tanto os advogados quanto os jurisdicionados.

De acordo com Andre Xavier, Diretor-Tesoureiro da Ordem, a medida poderá deixar a tramitação dos processos ainda mais lenta, em vista da redução do horário de funcionamento dos fóruns, que hoje é de dez horas, e poderá ser de apenas sete, caso o projeto de lei seja aprovado. Essa possibilidade está contida no art. 3º do Projeto de Lei encaminhado à votação, que estabelece ao Tribunal Pleno do TJ/MS a faculdade de fixar tal redução.

Destaca o Diretor, ainda, que tal medida deveria ter sido discutida com todos os operadores do direito, como OAB, Ministério Público, Defensoria, Procuradorias e servidores, que, aliás, ameaçam deflagrar greve por conta do referido projeto, que ao mesmo tempo em que pode diminuir o horário de funcionamento dos fóruns, pode também ampliar a carga horária de trabalho dos funcionários.

“Ainda que a ampliação da carga horária de trabalho dos servidores seja a principio uma medida muito bem-vinda, a possibilidade de redução do horário de funcionamento dos fóruns pelo Tribunal Pleno traz enorme preocupação à OAB”, disse o presidente da instituicao, Leonardo Duarte.

Com relação à ameaça de greve, ele lembrou que o movimento poderá trazer enormes prejuízos aos jurisdicionados e aos advogados. “Os servidores têm outros mecanismos para tentar solucionar o impasse”, disse, ”especialmente o de impugnar judicialmente a decisão do CNJ”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 25 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)