Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/06/2005 09:17

O preço da mandioca deve subir

O município de Itaquiraí, foi sede na última semana do Seminário “Aumento da Produtividade da Mandioca” realizado devido uma parceira entre a Prefeitura e a SEPTROTUR através da Câmara Setorial da Mandioca do Estado. O evento teve como objetivo difundir o aumento da produtividade e rentabilidade da cultura da mandioca em Mato Grosso do Sul.

A ação é uma oportunidade para os produtores esclarecerem suas dúvidas, discutirem seus problemas, buscarem soluções e orientações tais como produzir e escolher ramas de qualidade, armazenamento, espaçamento, época de plantio, viabilidade da rama, preparo das manivas para o plantio e, até mesmo, degustar algumas delícias feitas com a fécula da mandioca.

Núcleo Comunicação
Durante o Seminário, Carlos Roberto Gonçalves, coordenador da Câmara Setorial da Mandioca, disse aos produtores que este ano os preços deverão subir. Segundo ele, na busca de maior equilíbrio entre oferta e procura evitando as oscilações de preços a Câmara deliberou por realizar no Estado a campanha para o aumento de produtividade divulgando a rentabilidade da cultura da mandioca. Estão sendo parceiros na campanha, além da Seprotur a SDA, Idaterra e órgãos ligados ao setor produtivo e em Itaquirai contou com o apoio da NKR CMDR, Iagro e Banco do Brasil.

Segundo o Gerente de Agricultura de Itaquiraí Marcio Adriano esses seminários são de suma importância para a agricultura familiar por que capacita e estimula o produtor. Para a prefeita Sandra Cassone (PT) e o vice Waldir Sell (PP) que estiveram presentes na abertura do seminário o evento vem contribuir de forma significativa no processo de desenvolvimento da agricultura familiar.

Hoje, Mato Grosso do Sul é o segundo colocado no ranking nacional de produção de fécula de mandioca. A estimativa, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é que a área plantada na próxima safra chegue a 40 mil com uma produção de aproximadamente 720 mil toneladas. “Com esses seminários, pretende-se que a produtividade média da cultura no Estado alcance 24 toneladas por hectare nos próximos anos”, comentou o coordenador da Câmara Setorial da Mandioca, Carlos Gonçalves.





Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)