Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/08/2013 07:54

O encontro das águas

João Bosco Leal

Como a água na nascente, desde os primeiros momentos de vida vamos criando nosso próprio caminho, entre pedras, rochas ou grãos de areia, mas ninguém o trilha com a mesma inclinação, velocidade, intensidade, quantidade ou transparência.

Dependendo do trajeto escolhido, podemos nos tornar cada vez mais limpos, ou sujos, turvos, destruindo a natureza por onde passamos, transportando raízes, galhos e folhas das nossas margens, mas com isso também alimentando aqueles que em nós vivem.

Os caminhos entre as rochas são mais difíceis, e quando escolhidos, em muitos locais vão criando a necessidade de um represamento, um volume maior, que gerará mais força e provocará o rompimento das barreiras existentes e uma agora grande velocidade.

O maior volume das águas, pernas ou braços, facilitará o rompimento dos próximos empecilhos, mas também criará a possibilidade de maiores destruições do que estiver em seu caminho, o que certamente sujará seu leito, seu interior e exterior.

Entretanto, escolhendo o caminho arenoso, durante o percurso iremos sendo filtrados, nos tornando cada vez mais transparentes, límpidos e de absorção mais fácil, prazerosa e saudável a todos que nos acompanham ou circundam.

O mesmo ocorre na vida, quando a cada distância ou etapa percorrida, novas águas vão se juntando às nossas, sujando-as ou tornando-as mais límpidas, e outras das que já nos acompanhavam vão sendo absorvidas pelo solo, ou se evaporando, deixando a terra.

A escolha do caminho a ser percorrido provoca consequências e influenciará outras, e assim sucessivamente, numa cadeia de erros e acertos que determinará o resultado final da existência dos que atingem o oceano e deixaram de existir isoladamente, passando a fazer parte de um universo muito maior.

Lá, a opacidade ou transparência das águas ou dos homens, não mais importarão, serão facilmente diluídas, absorvidas pelo mar ou pela terra, e já não poderão ser vistas isoladamente, farão parte, agora, de azuis infinitos.

Assim como o encontro das águas de dois rios gera um novo volume e consequentemente uma força muito maior, com maior capacidade de transportar as impurezas e também de alimentar todos os que carregam, quando duas pessoas caminham juntas e com os mesmos objetivos, possuem mais forças para superar as dificuldades e podem se ajudar, suportando suas dores com maior facilidade e dividindo entre si as alegrias das vitórias. .

Mesmo quando cansadas diante de uma nova dificuldade, aquela que possui as pernas mais fortes, valentes, incentiva à outra a dar mais um novo passo, outro, e outro, fazendo-a, assim, alcançar seu destino final, seu objetivo.

No amor, a união de forças, dedicação e cuidados mútuos, com apoios físicos, morais e gestos de carinho, fazem o mais fraco caminhar ao lado do mais forte até a conclusão do trajeto de modo mais seguro, calmo, tranquilo e feliz.

Em sua procura passamos por diversas ladeiras, quedas, curvas, retas, momentos de calmaria ou agitação, mas sempre, com maior ou menor intensidade, continuamos a busca.

Como no amor, quando duas águas se encontram, o rio se torna um só e elas serão indivisíveis.

João Bosco Leal www.joaoboscoleal.com.br

*Jornalista e empresário

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)