Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/02/2004 09:22

''O Brasil pode e vai crescer'', diz Palocci na TV

Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, reforçou hoje a aposta no crescimento do país e no aproveitamento (no longo prazo) das medidas tomadas no ano passado para conter a inflação. Em entrevista ao Bom dia Brasil, da TV Globo, Palocci ressaltou a melhoria dos indicadores econômicos e a volta da confiança dos investidores estrangeiros no país. "Muitas vezes a gente analisa medidas eventuais ou de curto prazo sem ver que, na verdade, a política monetária teve uma grande modificação nos últimos cinco, seis meses, e isso nem chegou ainda todos seus efeitos à economia", disse.

Palocci confirmou que o governo pretende reforçar medidas (algumas delas iniciadas em 2003) para desenvolver o crédito, a segurança de contratos, o marco regulatório, as parcerias público- privadas (PPPs) e os investimento em infra-estrutura. "Se nós desenvolvermos com serenidade toda essa agenda não há porque o Brasil não receber muitos investimentos", completou.

O ministro da Fazenda lembrou também que há um movimento que busca favorecer a melhoria da qualidade dos produtos e a competitividade das empresas. Segundo Palocci, o governo buscará no decorrer deste ano ajudar a potencializar a capacidade das empresas nacionais.

Negociações internacionais

O ministro da Fazenda fez ainda referências positivas ao fato de o Brasil ter se lançado com sucesso nas negociações internacionais no ano passado. Lembrou iniciativas abertas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Oriente Médio, na Ásia e em outras regiões. "Eu acredito que a dimensão da nossa pauta de negociações internacionais está de bom tamanho", afirmou.

Segundo Palocci, no entanto, há um trabalho longo a ser feito nos próximos anos. "É muito importante que o Brasil vá obtendo resultados e trazendo esses ganhos para a economia nacional", completou.

Ao mesmo tempo, o ministro da Fazenda disse que é necessário o atuar no Brasil, fazer com que as empresas nacionais ganhem mais competitividade. "Não adianta ter um bom acordo apenas de comércio, você tem que ter produtos competitivos", reforçou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)