Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/01/2015 09:24

O Bolsão deve puxar expansão industrial em 2015

João Pamplona

As indústrias do setor florestal na região do Bolsão – siderurgia, fábricas de celulose, compensados e madeira tratada – vão seguir puxando a expansão industrial no Estado, segundo levantamento da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems).

A projeção é de crescimento de até 9,1% do Produto Interno Bruto (PIB). O crescimento do setor industrial deve gerar 138.700 postos de trabalho. As exportações podem crescer 1,4%. A receita deve saltar de US$ 3,62 bilhões para US$ 3,67 bilhões.

Segundo o site JP News,o presidente da Fiems, Sérgio Longen, diz que o desafio para 2015 é dar continuidade ao crescimento do PIB Industrial, o que será muito difícil em decorrência da crise. "Se nós mantivermos o dólar entre R$ 2,70 e R$ 2,80 com certeza a inflação será de 10% em 2015, sendo que não tem como fechar o próximo ano muito diferente disso. No entanto, nós acreditamos na política econômica do Governo Federal”.

Longen prevê também que 2015, caso sejam confirmados todos os empreendimentos já previstos, será um ano de grande avanço para o setor industrial com os anúncios de investimentos da ordem de R$ 30 bilhões até 2018, incluindo o início da segunda linha de produção de celulose nas unidades da Fibria e Eldorado em Três Lagoas, assim como a International Paper, com a segunda linha da fábrica de papel, também em Três Lagoas. Além disso, será iniciada a construção de uma nova planta de celulose em Ribas do Rio Pardo e de uma indústria química de processamento de milho - ácido cítrico, lisina, ácidos diversos, vitamina C e etanol - em Maracaju.

Em Água Clara, serão construídas fábricas de MDF e MDP, enquanto a CCR Via dará continuidade na duplicação da BR-163 no Estado e ADM prosseguirá com as obras de edificação de uma indústria de proteínas de soja em Campo Grande. Já em Chapadão do Sul, a Biourja vai instalar uma indústria de etanol de milho e Bela Vista ganhará uma fábrica de cimento.

"Para 2015, o nosso foco será manter o nível de empregos qualificados. Acredito que esse será o grande desafio para o Estado.

Apenas Sesi e Senai neste ano de 2014 já realizaram mais de 120 mil qualificações e nós esperamos para 2015 mais 100 mil qualificações, um desafio de ação muito organizada, muitas requalificações, fazendo com que os trabalhadores da indústria estejam mais preparados para esse mercado competitivo", disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)